segunda-feira, 2 de março de 2015

Vazio

Hoje não trago receita. Hoje estive na incerteza de publicar este texto. Porque não quero invadir a privacidade de ninguém. Mas também não quero esquecer. Hoje trago apenas um vazio enorme.

Hoje foi seguramente o dia que me cais custou deixar a minha filha na escola. Mais do que no seu primeiro dia de berçário. Mais do que no seu primeiro dia de 1.º ciclo. Hoje queria ter ficado com ela de mão dada. O dia todo. Queria poder enfiar a minha mão dentro do seu peito e arrancar de lá toda a ansiedade, toda a dor, todos os medos, todas as dúvidas. Eu sei que eu, enquanto mãe, tenho muito mais consciência da dor, do que ela pode ter. E por isso mesmo passei o fim-de-semana a cheirá-la(s), a abraçá-la(s) a dar-lhe(s) o colo e o conforto que me era possível. Este fim-de-semana não quis saber se tinha a casa limpa. Não quis saber se tinha a roupa engomada. Não quis saber se tinha desafios de culinária para participar. Só queria que este fim-de-semana nunca tivesse existido. Não da maneira que existiu.

Este fim-de-semana uma menina deixou-nos. Uma menina cheia de vida. Uma amiga chegada da minha filha. Assim. De repente. Sem aviso. Sem despedidas. Sem preparações. Ficou o vazio. Ficaram uns pais despedaçados e esmagados. Ficou uma família desfeita. Ficaram os amigos… os seus amigos, que hoje, nervosamente, não sabiam lidar com a situação. Não. Com 8 anos não se lida com a morte de um amigo. Não é justo. Para ninguém. Entre lágrimas e soluços e uma cadeira vazia na sala, lá ficaram. A compor um trabalho para a sua amiga levar com ela. Mais logo. Para sempre.

A mim só me apetece abraçar aqueles pais com toda a minha energia. Mas palavras não tenho. Não há nada minimamente inteligente que se possa dizer numa altura destas. Absolutamente nada. Quanto a ti minha doce MR, só desejo que descanses em paz. Que saudades que vamos ter das tuas histórias hilariantes, da tua energia saltitante, da tua pressa de viver…

23 comentários:

  1. São situações que nenhuma Mãe ou Pai quer sequer pensar em viver... os nosso filhos são o nosso maior tesouro... muita força para os Pais e amiguinhos. Que descanse em Paz.

    ResponderEliminar
  2. Não imagino dor maior do que a perda de um filho.

    ResponderEliminar
  3. :( :( Não tenho por hábito comentar mas hoje não posso passar sem o fazer. Um abraço do tamanho do mundo para si e para a sua menina. Sou mãe e não quero sequer imaginar o que viu nos olhos de sua filha. É mesmo injusto para uma criança de 8 anos passar por isto. A vida é tão dura às vezes....

    beijinho :\

    ResponderEliminar
  4. Oh meu deus :( :( que pesadelo... dá um nó na garganta, tão forte! Os meus pêsames para esses pais que devem ter uma dor inexplicável... :( não é justo morrer uma criança...

    ResponderEliminar
  5. Era inevitável as lágrimas não caírem...
    Automaticamente pensamos logo nos nossos, e mesmo se os conhecer pomo-nos nesse lugar, onde a dor é maior que o mundo.
    Muito conforto e amizade , e coragem para enfrentar esse imenso vazio
    Um bj

    ResponderEliminar
  6. Um vazio mesmo é o que se sente nestas horas....Nem quero imaginar a dor dessa perda e o que doi...

    Beijinho grande!

    ResponderEliminar
  7. Que triste. Paz à sua alma, Bjs e força.

    ResponderEliminar
  8. Sei bem o que é sentir essa dor, quando tinha apenas 9 anos perdi minha prima e melhor amiga.
    Crianças não deveriam morrer.:(
    Meus sentimentos mais profundos a família e a vocês seus amigos.
    Bjs

    http://roselirosa.blogspot.com.br/
    http://receitas-roselirosa.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  9. Não conheço mas arrepiei ,,,,é tão triste quando uma criança parte.
    Bj

    ResponderEliminar
  10. :( que tristeza profunda deve ser... nem quero imaginar, não consigo!

    ResponderEliminar
  11. Que vazio enorme... Uma beijoca grande para a tua princesa, muito carinho e muita, mas muita capacidade de compreensão e empatia para todos aqueles que lidam com os amiguinhos da escola, vão ser tempos difíceis e aquele vazio vai perdurar...
    Titá Negrão

    ResponderEliminar
  12. A vida é mesmo assim.... Prega partidas e leva pedaços de nós....
    Coragem.... E guardem os momentos felizes que partilharam com esse ser fantástico que estará a olhar por todos vocês...
    Beijinhos para a tua pequenina....

    ResponderEliminar
  13. isso sim é 1problema s/solução
    o meu abraço fraterno aos pais e familiares :-(

    ResponderEliminar
  14. Um bjs grande a sua filha .....E força para os pais da menina muita força.
    Fiquei com o coração muito apertado como mãe .
    bjs

    ResponderEliminar
  15. As crianças nunca deviam partir antes dos adultos. Muita força para lidar com esta perda! Como mãe nem consigo imaginar a dor dos pais..

    ResponderEliminar
  16. Não estamos preparados para uma situação assim, nós pais queremos proteger sempre os nossos filhos, quando não o conseguimos fazer sentimos que falhámos...
    Também foi no 1.ciclo que perdi uma amiga, pela primeira vez ouvimos falar em câncro e lembro-me de não entender o que se passava e como era aquilo possível!
    Muita força para todos e coragem para enfrentar cada dia.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Fiquei sem palavras!!!!! É inevitavel não pensar nas minhas filhotes e não imagino como é lidar com esta dor. Muito menos como ajudar uma criança a superar uma perda destas!!!!Meu Deus!!!!!! Força à família e a todas as pessoas que lhe são próximas!

    ResponderEliminar
  18. Fiquei sem palavras!!!!! É inevitavel não pensar nas minhas filhotes e não imagino como é lidar com esta dor. Muito menos como ajudar uma criança a superar uma perda destas!!!!Meu Deus!!!!!! Força à família e a todas as pessoas que lhe são próximas!

    ResponderEliminar
  19. Essa experiência é daquelas que nenhuma mãe quer ter, sejam os filhos,pequenos ou grandes.
    Coragem!!

    ResponderEliminar
  20. Dor inimaginável, que aperta o coração só de pensar :(

    ResponderEliminar
  21. Ai MJ..... que triste, minha querida.... :( tadinha da tua menina, deve sentir muito a falta da amiga... mas as crianças são mesmo muito maiores que nós nestas coisas e acreditando que lhe custa imenso sentir a falta física da amiga, irá sempre ter as boas recordações e eles relativizam muito mais que nós.... Um beijinho minha querida e muita coragem para o teu coração!

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...