sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Frango com legumes e bechamel



Hoje deixo-vos uma sugestão para o vosso fim-de-semana. É uma receita muito básica, mas que faz um tabuleiro bonito, mas principalmente saboroso. Fiz no domingo passado, depois de passar uma manhã nos skates com a mais nova e o marido (a mais velha esteve de estágio na ginástica, por isso é que anda desaparecida lá de casa… ninguém se zangou com ela!). Chegamos a casa por volta do 12:30 e à 13:15 estávamos à mesa. Com tempo para arrumar as coisas que trouxemos da rua, lavar as mãos, mudar para uma roupa mais confortável e fazer o almoço. Como podem ver não é difícil… principalmente se tiverem um robot de cozinha! Aqui fica a sugestão:

3 peitos de frango partidos em pedaços
1 cebola média
4 dentes de alho
½ cabeça de couve flor grande
6 folhas de couve lombarda
200g de abóbora
6 pézinhos de salsa fresca
100g de batata palha (podem substituir por alho-francês)
Sal e azeite

Para o bechamel num robot de cozinha (podem usar de compra, pacote de 500ml)

300g de leite
200g de natas
60g de farinha
60g de manteiga
Sal, pimenta e noz-moscada

Queijo mozarela ralado para gratinar



Levar um tacho ao lume com água temperada com sal. Quando começar a ferver, juntar os peitos de frango e deixar cozinhar cerca de 4 ou 5 minutos.

Enquanto os peitos de frango cozem, descascar as cebolas e os dentes de alho. Colocar em pedaços num robot de cozinha, juntamente com a abóbora também em pedaços pequenos. Triturar uns segundos na vel. 5. Colocar uma frigideira alta ao lume com um fio de azeite. Quando estiver quente juntar a mistura anterior.

Novamente no robot de cozinha (nunca é preciso lavar!) colocar as folhas de couve em pedaços e os ramalhetes da couve-flor. Triturar uns segundos na vel. 5 e juntar à frigideira que já está ao lume.

Escorrer muito bem o frango e colocar o frango no robot. Picar 10 seg., vel. 4, colher inversa para desfiar. Juntar também o frango na frigideira, ajustando o tempero com sal e pimenta preta moída na hora. Deixar cozinhar, mexendo ocasionalmente e juntando mais um pouco de azeite, enquanto se faz o molho bechamel.

Para o molho, sem lavar o copo, colocar todos os ingredientes do molho, com excepção das natas. Programar 3 min., temp. 90, vel. 3. Quando o tempo terminar, marcar mais 5 min., à mesma temp. e vel., incorporando as natas pelo buraco da tampa.

Colocar as batatas num tabuleiro de forno. Juntar a mistura de farngo e legumes e cobrir com o molho bechamel. Envolver tudo muito bem e salpicar com queijo mozarela. Levar ao forno em modo grill apenas para gratinar. Depois é só servirem!!

Bom apetite!

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Queques de tangerina com mel



No sábado passado passei o dia só com a minha filha mais nova. Vocês não a conhecem, mas é uma criança bastante intensa! Tem uma energia que não acaba e uma boa disposição contagiante. É daquelas pessoas que teve o privilégio de nascer de bem com a vida e que nos vai ensinando que a vida pode ser muito mais leve do que aquilo que nós carregamos. É a minha pica-miolos de estimação, mas com ela nunca, mas mesmo nunca, temos tempo de nos sentir sós. É incrivelmente lutadora por aquilo que quer e em que acredita… e chega sempre lá! A vida também já lhe mostrou da forma mais dura o sabor da perda. E penso que essa lição também a ajudou a valorizar o como é bom estar com quem amamos. Mas bom, acabou por ser um dia muito produtivo, a fazer coisas que as duas precisávamos. Acabei por despachar algumas coisas que tinha pendentes, com alguma ajuda dela, outras coisas fiz sozinha e ela também fez as coisas dela. Ou seja, o dia correu muito bem para as duas! Uma das coisas que fizemos foram estes queques. Enquanto o almoço estava ao lume metemos mão na massa e enfiamos uns queques no forno. Rendeu 12 queques pequenos mas muito, mesmo muito saborosos. Não cresceram muito porque a massa foi batida um bocadinho de mais. O segredo para os queques crescerem bem é não bater muito a massa depois de acrescentar a farinha. Seja como for, ficaram deliciosos! Experimentem e depois contem!



2 ovos
80g de margarina vegetal amolecida
50g de açúcar amarelo
1 colher de sopa de mel
2 tangerinas pequenas ou 1 grande
100g de farinha
1 colher de chá de fermento em pó
1 pitada de coco ralado para cada queque

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Colocar forminhas de papel dentro de uma forma com moldes para queques. Reservar.

Bater os ovos, a margarina, o açúcar, o mel e o sumo e a raspa das tangerinas. Quando estiver em creme adicionar a farinha e o fermento e mexer com a ajuda de uma colher apenas para envolver. Dividir a massa pelas forminhas preparadas e por cima salpicar com uma pitada de coco ralado. Levar ao forno cerca de 20 minutos ou até estarem douradinhos. Retirar do forno e desenformar.

Bom apetite!

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Frango estufado com abóbora e cominhos



Começo a semana de uma forma muito simples. Uma sugestão rápida de fazer que pode ser feita durante a semana ou ao fim-de-semana. Um frango estufado com abóbora e bacon e com sabor a cominhos. É umas das minhas combinações preferidas. Abóbora e cominhos. Adoro o sabor e adoro o cheiro que fica pela cozinha enquanto cozinha. É assim, com coisas simples que se enchem os dias, as semanas e a vida. Desta semana espero tranquilidade. Preciso eu e precisamos todos lá em casa. Isso e umas fériazinhas também já sabiam bem…

1 frango partido em pedaços
1 cebola grande
5 dentes de alho
100g de bacon em cubinhos
200g de abóbora
Salsa fresca
Azeite, sal e cominhos
1 copo de vinho branco

Levar um tacho ao lume com um fio generoso de azeite. Quando estiver quente adicionar a cebola e os dentes de alho picados e os cubos de bacon. Deixar alourar. Juntar a abóra partida em cubos pequenos e a salsa fresca picada. Envolver e deixar a abóbora começar a amolecer.

Juntar por último o frango, temperar com sal e cominhos a gosto. Envolver, juntar o vinho branco e tapar. Deixar cozinhar em lume brando cerca de 30 minutos, mexendo ocasionalmente. Retirar do lume e servir com um acompanhamento a gosto.

Bom apetite!



sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Granola de Lacasitos



Por aqui de vez em quando recebemos umas ofertas simpáticas. Desta vez foram uns “saquinhos” de Lacasitos. Fui desafiada a fazer umas receitas com eles e cá está a primeira. É sempre giro para ocasiões especiais usar este tipo de doces. Os miúdos adoram e fazem logo uma mesa colorida. Em dias de festinhas ou de lanches com amigos, porque não?? Hoje a sugestão que trago não é de nada festivo na realidade. Mas é uma granola caseira, para comer no lanche do fim-de-semana com um iogurte. As miúdas adoraram, escusado será dizer. Fiz a primeira parte da receita na Actifry (15 minutos), mas deixo-vos a forma mais tradicional de a fazer. Espero que gostem da sugestão!

   

2 chávenas de chá de flocos de aveia
2 colheres de sopa de doce caseiro (usei de diospiro, mas pode ser um qualquer)
1 colher de sopa de azeite
2 colheres de sopa de sementes de girassol
1 chávena de flocos de milho
½ chávena de Lacasitos coloridos
½ chávena de Lacasitos de chocolate branco

Colocar num tabuleiro de forno (pequeno) os flocos de aveia, o doce caseiro, o azeite e as sementes de girassol. Misturar tudo muito bem e levar ao forno já quente cerca de 20 minutos, mexendo uma ou duas vezes durante esse período para os flocos tostarem de forma uniforme. Quando estiver douradinho, retirar do forno e deixar a arrefecer.

Depois de frio juntar os flocos de milhos e os Lacasitos, envolver tudo muito bem e guardar em frascos herméticos.

Bom apetite!

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Bolo com cenoura e maçã



4.ª feira. Estamos a meio da semana! Ao contrário da semana passada esta semana parece qualquer coisa de interminável! Hoje trago-vos o bolo que fiz o fim-de-semana passado. Um bolo simples com cenoura e maçã que se faz num instante e com a vida muito mais facilitada se tiverem a ajuda de um robot de cozinha. Além disso, usei farinha de amêndoa, que não tem segredo nenhum. Basta pesarem a quantidade que precisam de amêndoas (podem ser inteiras, com ou sem pele, laminadas…) e reduzir a farinha num robot. É só isso. Se não tiverem, ninguém morre e aumentem um pouco a farinha de trigo. Ficará muito bom na mesma, seguramente! Não fica um bolo muito doce, nem enorme, mas fica um bolo muito bom para o lanche. Deixo-vos a sugestão:



2 cenouras médias
2 maçãs de qualquer espécie médias
4 ovos
180g de açúcar
50g de óleo vegetal
50g de farinha de amêndoa (basta reduzir amêndoas a farinha com a ajuda de um robot - se não tiverem aumentem mais 30g a farinha de trigo)
200g de farinha
1 colher de chá de fermento em pó
1 colher de chá de canela

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Untar uma forma de buraco com margarina e polvilhar de farinha. Reservar.

Descascar e descaroçar as maçãs e as cenouras. Partir em pedaços e colocar dentro de um robot de cozinha picando até ficar quase em creme.

Juntar os ovos, o açúcar e o óleo vegetal e bater bem. Por último adicionar a farinha de trigo, farinha de amêndoa, canela em pó e fermento em pó. Bater numa velocidade mais baixa apenas para envolver. Colocar a massa na forma reservada e levar ao forno cerca de 40 minutos ou até o bolo estar cozido. Retirar do forno e desenformar.

Bom apetite!

NOTA: NÃO SE ESQUEÇAM DE PARTICIPAR NO PASSATEMPO DA MONTIQUEIJO! TERMINA HOJE MESMO!

Post Ads (Documentation Required)

Author Info (Documentation Required)