quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Tarte de bacalhau com espinafres (sem base)

Tarte de bacalhau com espinafres

Já há alguns anos que eu e algumas amigas nos reunimos para partilharmos uns momentos bem passados de convívio, de troca de conhecimentos, de comidinhas boas e de muito boa disposição. Temos por hábito dar-lhes o nome de workshops, mas são dados de nós para nós, de forma gratuita (como é óbvio!). E pela primeira vez em alguns anos conseguimos fazer um workshop francamente saudável em termos alimentares. Tendo em conta que os nossos encontros começam com pequeno-almoço, trabalho, almoço, trabalho e lanche, o nosso único pecado desta vez foi um bolo de chocolate com chá para o lanche. Parece que longe ficam os tempos dos exageros e dos excessos. Ainda bem! Ganhamos todas com isso… Da minha parte levei uns ovos recheados e uma tarte de bacalhau com espinafres, sem base, para ficar mais saudável. E espreitem lá o resultado do nosso trabalho que também ficou lindo!

500g de bacalhau demolhado e desfiado (uso das migas de bacalhau congeladas)
200g de espinafres congelados
100g de cogumelos frescos
2 cebolas médias
4 dentes de alho
5 ovos
2 iogurtes naturais
5 fatias de queijo flamengo
1 mão cheia de mozarela ralada
Azeite, sal, alho em pó, pimenta preta

Começar por descongelar os espinafres e o bacalhau. Colocar um tacho com água ao lume temperada com sal. Quando começar a ferver colocar os espinafres e o bacalhau, apenas para escaldar durante 2 ou 3 minutos. Retirar e escorrer com um passador. Reservar.

Colocar um fio generoso de azeite numa frigideira e levar a lume médio. Juntar as cebolas partidas em meias luas finas e os dentes de alho picados. Quando as cebolas estiverem macias e douradas, retirar para o recipiente onde se vai fazer a tarte. Reservar.

Levar novamente a frigideira ao lume com um fio de azeite e quando estiver quente adicionar os cogumelos laminados em fatias grossas. Assim que os cogumelos começarem a alourar, juntar o bacalhau e os espinafres reservados, envolver e deixar secar. Juntar ao preparado da cebola e envolver. Por cima espalhar o queijo flamengo partido em pedaços pequenos.

Numa taça à parte bater os 5 ovos com os dois iogurtes, temperar de sal, alho em pó e pimenta preta. Despejar sobre o bacalhau. Por cima polvilhar com a mozarela. Levar ao forno pré-aquecido a 180.ºC cerca de 35 minutos e até estar bem douradinho.

Bom apetite!



 

10 comentários:

  1. Uauuuuu mas que boa, tenho de fazer esta tarte, adorei.
    Não te esqueças de participar no meu passatempo ;), bjokitas
    http://receitinhasdabelinhagulosa.blogspot.pt/2015/01/passatempo-chef-de-familia-hotpoint-24.html

    ResponderEliminar
  2. que aspeto magnifico, deve ser ótima mesmo.


    www.ocantinhodosgulosos.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Essa tarte ficou com um aspecto.

    Beijinhos, Clarinha

    receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2015/02/raviolis-romanticos-e-duplo-de-morango.html

    ResponderEliminar
  4. Tao boa!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Faço uma quiche de bacalhau mais ou menos assim, mas com base. Tenho que experimentar esta, sem base.
    Os trabalhos estão amorosos. Mãos prendadas. Parabéns.
    Bom fim de semana
    Ana

    ResponderEliminar
  6. A tarte está muito apetitosa, adoro bacalhau e os trabalhos ficaram lindos, parabéns!!
    Um ótimo fds.

    ResponderEliminar

Post Ads (Documentation Required)

Author Info (Documentation Required)