terça-feira, 19 de julho de 2016

Salada de massa com atum



Hoje deixo-vos uma refeição básica, mas muito fresca para estes dias de maior calor que se têm feito sentir. Uma salada de massa com atum, que como qualquer salada pode ter dezenas de variantes. Desta vez saiu com brócolos, tomate e azeitonas, regada com molho vinagrete. Este tipo de saladas sabem bem fresquinhas e comidas frias. Costumo fazer para comer em casa ou para dividir por caixas e distribuir pelos almoços da semana entre mim e o meu marido. Para ajudar à festa as miúdas também adoram este tipo de refeição. Fica a sugestão!



300g de massa (usei cotovelinhos da Milaneza, mas pode ser outra)
4 latas de atum
1 cabeça grande de brócolos
3 tomates
½ chávena de chá de azeitonas pretas em rodelas
Azeite, vinagre balsâmico (ou molho vinagrete) e orégãos

Colocar um tacho com água abundante ao lume temperada com sal. Quando começar a ferver colocar os brócolos partidos em raminhos pequenos. Depois de voltar a ferver deixar no tacho 3 ou 4 minutos. Retirar os brócolos com uma escumadeira e colocar numa travessa para servir deixando-os arrefecer.

Na mesma água, ainda a ferver colocar a massa e deixar cozer até ficar al dente. Retirar do lume e escorrer. Juntar aos brócolos e deixar arrefecer por completo.

Enquanto a massa arrefece cortar o tomate em pedaços e colocar num passador temperado com sal grosso para que liberte a maior parte do líquido. Cortar as azeitonas em rodelas e escorrer muito bem o atum.

Preparar o molho juntando o azeite, o vinagre e os orégãos numa taça.

Juntar tudo na mesma travessa e regar com o molho preparado. Envolver bem, mas delicadamente e servir.

Bom apetite!

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Bolo de chocolate



Depois de alguns dias de ausência cá estou novamente. Isto já anda muito difícil neste momento. Desesperadamente a precisar de uma valente pausa! Já ando muito cansada nesta altura do ano e espero que as férias me tragam novas energias. Quero repensar um bocadinho o blog. O caminho que quero seguir… se lhe vou lavar a cara, mudar um bocadinho a frequência de publicação, o tipo de grafismo, os conteúdos… ou se vai ficar tudo na mesma… ou se apenas me vou finalmente ficar por aqui! Já são muitos anos a fazer uma coisa que me dá muito prazer, que é gratificante mas que também dá muito (mesmo muito!) trabalho. E como qualquer trabalho, desgasta e cansa. Viver sempre com receitas na cabeça de coisas a experimentar fazer e inovar… não é fácil! Além disso estou também a passar por um processo em que me preciso afastar um bocadinho da comida. Parar. Vamos ver… só o tempo dirá qual o caminho a seguir… ou não!

Hoje trago-vos uma receita de um simples bolo de chocolate, que fica muito macio e desaparece num ápice. Eu sei que nesta altura não apetece muito acender o forno, mas há crimes que compensam e este é um deles… lá por casa o forno trabalha todo o ano. À noite a cozinha logo arrefece!



4 ovos
1 e 1/3 de chávenas de açúcar
125g de chocolate em pó (costumo usar chocolate para o leite)
1 e ½ chávenas de farinha
½ chávena de amido de milho (Maizena)
1 colher de chá de fermento em pó
¾ de chávena de óleo
1 chávena de água a ferver
½ chávena de nozes picadas
½ chávena de pepitas de chocolate

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Untar uma forma de buraco com margarina e polvilhar de farinha. Reservar.

Começar por bater os ovos juntamente com o açúcar. Adicionar o chocolate em pó, o óleo, a farinha, o amido de milho e o fermento e bater novamente. Por fim juntar a água a ferver e bater até estar tudo ligado. Colocar a massa na forma reservada e salpicar com as nozes picadas e as pepitas de chocolate. Levar ao forno cerca de 40 minutos. Verificar a cozedura, retirar do forno e servir em fatias.

Bom apetite!

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Bolo crumble de pêssego



Encontrei esta receita no outro dia no blog An talian in my kitchen e não consegui resistir em experimentá-la. Claro está que não me arrependi e é receita para repetir. Da próxima vez irei acrescentar ainda mais fruta, para o bolo ficar ainda mais húmido. Talvez a forma que eu tenha usado fosse um bocadinho maior que a indicada e daí a fruta ter ficado mais espalhada. Mas o problema é por isso muito fácil de resolver. A forma contínua a mesma e a fruta aumenta! Fiz com pêssego como na receita original, mas pode-se optar por qualquer outra fruta como maçã, pera, frutos vermelhos… acrescentar frutos secos, substituir parte da farinha por aveia… enfim! Mais versões sairão em breve com toda a certeza! E principalmente tem a vantagem de ser muito simples de fazer! Não tenho foto do interior porque foi uma sobremesa que levei para um almoço, mas se quiserem ver o interior abram o link da receita original. Experimentem!



Medida: chávena de chá com capacidade para 250ml

Para o recheio de fruta

2 e ½ chávenas de pêssegos descascados e cortados em fatias
2 colheres de sopa de açúcar

Para o bolo

2 e ½ chávenas de farinha
½ chávena de açúcar
2 colheres de chá de fermento em pó
1/3 de chávena de manteiga
1 ovo

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Untar um tabuleiro (20*25) com margarina e forrar com papel vegetal. Reservar.

Numa taça misturar os pêssegos com o açúcar e reservar.

Noutra taça misturar todos os ingredientes do bolo apenas até estar com uma textura de areia grossa. Colocar cerca de 2/3 desta massa no fundo da forma preparada. Cobrir toda a massa com as fatias de pêssego aproveitando o molho que se forma. Terminar por cobrir o pêssego com a restante massa do bolo. Levar ao forno cerca de 30 minutos ou até estar douradinho.

Servir fresco ou acompanhado de uma bola de gelado de baunilha.

Bom apetite!

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Espetadas mistas



Gosto de fazer espetadas em casa. Podemos variar toda a espécie de ingredientes que lá colocamos e fazê-las sempre diferentes. Além disso as miúdas também gostam de participar na confeção do almoço e acabam sempre por ser elas a comporem as espetadas e a preparar parte dos ingredientes. Desta vez saíram umas espetadas mistas, com um pouco de carne de frango e outra parte com carne de porco. Era o que havia mais à mão e resultaram muito bem. Lá por casa é sempre sinónimo de almoço com sucesso. Aqui deixo a sugestão:



2 peitos de frango
8 bifinhos do lombo de porco
1 chouriço de carne
1 pimento vermelho
2 cebolas médias

Para o molho
2/3 de chávena de azeite
Sumo de 1 limão
5 pés de coentros picados
6 dentes de alho picados
1 colher de café de colorau
Sal grosso q.b.

Começar por preparar o molho misturando todos os ingredientes numa taça. Reservar.

Colocar os paus de madeira para as espetadas dentro de água para que não queimem no grelhador.

Cortar o peito de frango em cubos, os bifes do lombo em tiras largas, o chouriço em rodelas, o pimento em quadrados e a cebola em pedaços grandes. Retirar os paus de madeira da água e colocar alternadamente os diversos ingredientes até terminarem. Pincelar as espetadas com o molho preparado e colocar um grelhador a aquecer (eu faço num grelhador de ir ao lume que não posso fazer brasas em casa!!!).

Quando o grelhador estiver quente, colocar as espetadas e ir rodando até estarem grelhadas por igual em todos os lados. Enquanto as espetadas grelham ir pincelando com o restante molho.

Retirar da grelha e servir! Acompanhamos com salada e arroz.

Bom apetite!

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Gelatina de framboesa com creme de limão



Este fim-de-semana foi quente em vários sentidos. No domingo esteve mesmo um calor abrasador. Além disso lá por casa ficamos todos de coração cheio e quente. Pelo que vimos e pelo que ouvimos. E também pelos amigos que (re)encontramos. Foi tão, mas tão bom! E para refrescar o coração e a alma nada melhor que a sobremesa que hoje vos deixo. Um doce muito simples de fazer e para comer bem fresquinho em dias quentes.



1 embalagem de gelatina de framboesa (ou outra)
4 iogurtes gregos
1 lata de leite condensado
1 limão - sumo e raspa
2 folhas de gelatina
Frutos vermelhos a gosto

Começar por preparara a gelatina de acordo com as instruções da embalagem. Colocar num recipiente largo e suficientemente alto para acrescentar o restante doce. Levar ao frigorífico 3 a 4 horas.

Noutra taça misturar os iogurtes, o leite condensado, a raspa e o sumo de limão até ficar em creme. Demolhar as folhas de gelatina num pouco de água. Quando estiverem moles levar ao micro-ondas cerca de 20 segundos. Retirar, mexer bem com um garfo e juntar ao creme de iogurte mexendo de imediato com uma vara de arames. Cobrir a gelatina com o creme de iogurte e levar ao frigorífico de um dia para o outro.

Antes de servir salpicar com alguns frutos vermelhos a gosto (lá em casa ninguém aprecia a não ser eu por isso coloquei pouquinhos!).

Bom apetite!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...