sexta-feira, 17 de Outubro de 2014

Tarte de coco e maçã

Tarte de coco e maçã

Hoje trago-vos uma receita muito simples. Uma tarte/queijada de coco e maçã, em que basicamente só temos que misturar tudo e levar ao forno. É apenas necessário um robot de cozinha ou qualquer tipo de processador de alimentos. Querem ver como é simples? Vamos a isto…

1 lata de leite condensado
50g de açúcar branco
4 ovos
2 maçãs descascadas e partidas em pedaços pequenos
125g de farinha
1 colher de café de fermento em pó
50g de margarina
1 iogurte de coco
75g de coco ralado

Tarte de coco e maçã

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Untar uma forma baixa com margarina e polvilhar de farinha. Reservar.

Colocar todos os ingredientes num robot de cozinha e bater a uma velocidade média (bimby, vel.4) durante dois minutos. Colocar a massa na forma e levar ao forno cerca de 35 minutos. Verificar a cozedura com um palito, retirar e desenformar. Depois de arrefecer, conservar no frigorífico até à hora de servir. Polvilhar com açúcar em pó.

Bom apetite!

Tarte de coco e maçã

quarta-feira, 15 de Outubro de 2014

Biscoitos de canela e erva-doce

Biscoitos de canela e erva doce

Hoje trago comigo uma receita de biscoitos. Já não apareciam por aqui há algum tempo. Adoro biscoitos caseiros, mas nunca ganhei o hábito de os fazer com muita regularidade. Mas este tempo já chama pelo calor do forno, pelo aroma da canela e erva-doce a inundarem a casa. Para quem é fã destes dois sabores (eu sou! E muito!) sabe bem daquilo que falo. Parte deles foram para oferecer a uma pessoa que me é muito querida. A outra parte desapareceu lá por casa entre lanches e partilha com colegas. A receita rendeu cerca de 30 biscoitos, mas depende sempre do tamanho que lhes queremos dar… Aqui fica:

180g de manteiga sem sal (ou margarina)
150g de açúcar amarelo
250g de farinha de trigo
2 colheres de chá de canela
1 colher de chá de erva-doce
Açúcar mascavado para polvilhar

Biscoitos de canela e erva doce

Pré-aquecer o forno a 180.ºC e preparar um tabuleiro de forno com tapete antiaderente. Amolecer ligeiramente a manteiga no micro-ondas (apenas uns segundos). Numa taça colocar todos os ingredientes e amassar bem com as mãos até a massa estar uniforme e moldável. (Na bimby: 30 seg., vel. 6).

Fazer pequenas bolinhas com as mãos e dispor no tabuleiro ligeiramente afastadas umas das outras. Calcar ligeiramente com a ajuda de um garfo ou de uma colher e salpicar cada biscoito com uns grãos de açúcar mascavado. Levar ao forno cerca de 15-20 minutos (quando começarem a abrir rachas, deixar ficar mais 2 ou 3 minutos). Retirar do forno e deixar repousar no tabuleiro cerca de 5 a 10 minutos. Com a ajuda de uma espátula colocar os biscoitos sobre uma grelha para arrefecerem por completo. Depois de frios guardar em frascos ou caixas herméticas.

Bom apetite!

Biscoitos de canela e erva doce

segunda-feira, 13 de Outubro de 2014

Manteiga de alho e orégãos e manteiga de caril e cominhos

Manteiga de alho e orégãos e manteiga de caril e cominhos

No outro dia, numa das minhas regulares visitas ao blog Rapa Tachos, vi umas manteigas caseiras com um ar delicioso. E lembrei-me de como é bom fazer manteigas aromatizadas em casa. Ficam com um sabor totalmente diferente das de compra, podemos intensificar mais ou menos os sabores, e a variedade não tem limites. Assim que surgiu a oportunidade, deitei mãos à obra e lá matei as saudades da manteiga aromatizada feita em casa. Ficaram muito boas e serviram de complemento a umas entradas de um excelente almoço em família! Aqui deixo a sugestão:

Manteiga de alho e orégãos
125g de manteiga com sal
1 colher de chá de alho em pó
1 colher de chá de orégãos secos

Manteiga de alho e orégãos e manteiga de caril e cominhos

Manteiga de caril e cominhos
125g de manteiga com sal
1 colher de chá bem cheia de caril em pó
1 colher de café de cominhos moídos

Manteiga de alho e orégãos e manteiga de caril e cominhos

O procedimento é idêntico para as duas:

Deixar a manteiga à temperatura ambiente de um dia para o outro. Numa taça colocar a manteiga e bater com uma colher. Juntar as especiarias e bater novamente. Colocar num recipiente próprio ou enrolar com papel vegetal. Levar ao frio até servir.

Acompanhar com tostas, bolachas de água e sal, bolachinhas salgadas, torradas, barrar carnes grelhadas… enfim, basicamente no que nos apetecer!

Bom apetite!

sexta-feira, 10 de Outubro de 2014

Febras em cerveja preta

Febras em cerveja preta

Este foi o almoço de sábado passado. A manhã de sábado é sempre complicada. Entre natação, roupas, limpezas e mais roupas, sobra pouco tempo para muito mais coisas. Por isso, o almoço, apesar de poder ser almoço de fim-de-semana, é sempre escolhido para ser um almoço que quase se cozinhe sozinho. Desta vez a eleição recaiu sobre umas febras em cerveja preta. Deixo-vos a sugestão:

850g de febras de porco
2 cebolas médias/grandes
7 dentes de alho
1 cerveja preta
1 colher de chá de farinha de trigo
1 colher de sopa de Vaqueiro ideal para porco
Salsa fresca, sal, pimenta preta e azeite q.b.

Num tacho largo colocar a colher de sopa de Vaqueiro e um fio de azeite. Quando estiver bem quente colocar as febras duas a duas ou três a três e deixar fritar dos dois lados. Retirar à medida que vão ficando prontas. Quando terminarem todas as febras, colocar no tacho as cebolas partidas em rodelas finas e os dentes de alho picado. Por cima colocar as febras reservadas. Temperar com um pouco de sal e pimenta preta e regar tudo com a cerveja preta, reservando o equivalente a uma chávena de café. Tapar o tacho e deixar cozinhar em lume brando cerca de 30 minutos, virando as febras de vez em quando.

Na cerveja reservada dissolver a farinha de trigo e juntar ao tacho. Envolver muito bem no molho e deixar cozinhar mais 5 minutos. Retirar do lume, polvilhar com salsa fresca e servir de imediato. Acompanhamos com puré de batata e salada de tomate.

Bom apetite!

Febras em cerveja preta

quarta-feira, 8 de Outubro de 2014

Cheesecake com creme de ovos (Bimby/Thermomix)

Cheesecake com doce de ovos

Este fim-de-semana tivemos um encontro muito especial. Estivemos juntos com a família. Não era celebração de coisa nenhuma, apenas estivemos juntos. Mas foi uma tarde muito bem passada. Correu muito bem e principalmente os miúdos ficaram felizes. E quando os miúdos estão bem, os pais ficam melhor ainda. E assim foi. Agradeço a todos os que proporcionaram isso e que para o ano mais uma vez o mesmo se possa repetir, com todos os presentes.

Para esse lanche houve várias iguarias, entre as quais este cheesecake com cobertura de doce de ovos. Eu confesso que adoro cheesecake. E adoro cheesecake com cobertura de doce ou compota de frutos vermelhos, morangos, cerejas… mas a criançada torce um bocadinho o nariz, e como a tarde era mais para eles do que para nós, o lanche também foi mais pensado para eles. Por isso saiu um cheesecake com cobertura de doce de ovos que todos gostam. A base do cheesecake vem diretamente do blog da minha querida Fá do Bolinho de Sábado. Fica delicioso e é tão, mas tão simples que não tem como errar! Aqui fica:

Base
200g de bolacha maria
100g de manteiga ou margarina à temperatura ambiente

Creme
2 saquetas de cuajada Royal
400ml de natas magras (2 pacotinhos)
600ml de leite
150g de queijo creme
7 colheres de sopa de açúcar

Cobertura
2 ovos
80g de açúcar
1 folha de gelatina

Canela para polvilhar

Cheesecake com doce de ovos

Base:
Colocar as bolachas partidas em pedaços no copo da bimby e triturar 15 seg., vel 6. Juntar a manteiga e misturar 15 seg., vel 4. Retirar do copo e forrar o fundo de uma forma de fundo amovível calcando bem. Colocar a forma no congelador enquanto se preparar o creme.

Creme:
Colocar no copo os restantes ingredientes, com exceção do queijo creme e programar 12 min., temp. 90, vel. 4. Terminado o tempo, juntar o queijo creme e misturar 15 seg., vel. 3 1/2. Verter o preparado na forma, deixar arrefecer um pouco e levar ao frigorífico até solidificar.

Cobertura:
Para a cobertura a quantidade da receita depende da gulodice de cada um. Eu fiz com dois ovos, mas podem sempre aumentar. A proporção também é sempre a mesma. 1 ovo para 40g de açúcar.

Colocar os ovos num recipiente que possa ir ao lume e bater muito bem com uma vara de arames. Acrescentar o açúcar e bater novamente. Levar a lume brando, mexendo sempre com a vara de arames, até começar a engrossar. Retirar do lume e do tacho onde estava a ser cozinhado, para interromper de imediato o processo de cozedura.

Demolhar a folha de gelatina num pouco de água (apenas a suficiente para cobrir). Quando estiver mole, levar ao micro-ondas cerca de 10 seg., sem deixar ferver. Misturar de imediato com o doce de ovos através de um passador de rede fina. Mexer muito bem. Deixar arrefecer um pouco e colocar sobre o creme. Levar ao frio para solidificar.

Manter no frigorífico até à hora de servir. Antes de levar para a mesa, polvilhar com canela a gosto.

Bom apetite!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...