sábado, 1 de Novembro de 2014

Doce de maçã reineta e cenoura

Doce de maçã reineta e cenoura


Este mês consegui não falhar no desafio do grupo “Dia Um... na cozinha!” do Facebook. Desta vez a o tema foi doces e compotas. Ora aí está uma coisa que é feita com alguma regularidade lá em casa. Sempre que há fruta a querer ficar esquecida, sai um docinho. Nem que seja em pouca quantidade, mais vale um frasco de doce para comer ou oferecer do que a fruta acabar no lixo. Mas desta vez, o doce foi feito com o propósito de participar neste desafio. E assim nasceu um doce que ficou delicioso. Maçã reineta com cenoura salpicado de canela… experimentem!

Doce de maçã reineta e cenoura

400g de maçã reineta já descascada e descaroçada
400g de cenoura já descascada
250g de açúcar branco
250g de açúcar amarelo
Sumo de meio limão
1 colher de chá de canela

Colocar numa panela alta a maçã descascada, descaroçada e partida em pedaços pequenos. Juntar a cenoura, também descascada e partida em rodelas finas. Regar tudo com o sumo do limão. Juntar os dois açúcares e a canela. Levar a lume brando e envolver. Deixar levantar fervura, mexendo com alguma regularidade. Depois de começar a ferver deixar a cozinhar cerca de 20 a 30 minutos, mexendo de vez em quando. Passado esse tempo, triturar a mistura com a varinha mágica até atingir a consistência desejada. Levar ao lume mais uns minutos até o doce estar no ponto (deve abrir estrada no fundo da panela ao passar com uma colher). Retirar do lume e colocar em frascos previamente esterilizados. Tapar de imediato e voltar a tampa para baixo até arrefecer por completo.

Bom apetite!

Doce de maçã reineta e cenoura

sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Tarte de maçã e nozes

Tarte de maçã e nozes

Às vezes queremos fazer uma sobremesa rápida. Já não apetece um bolo, porque todas as semanas sai um bolo, mas apetece fazer um docinho para a sobremesa do almoço de sábado. Com maçãs a ficarem esquecidas na fruteira decidi fazer uma tarte simples de maçã e noz. São sabores que gostamos lá em casa. Confesso que a tarte não ficou nada como eu a imaginava, mas acabou por resultar muito bem. Pouco doce e muito húmida, desapareceu rapidamente… Aqui deixo a sugestão:

1 base de massa quebrada de compra
3 maçãs médias
1 colher de sobremesa de canela
75g de manteiga à temperatura ambiente (pode-se usar margarina)
100g de açúcar amarelo
2 ovos médios
70g de farinha
100g de miolo de noz picado

Tarte de maçã e nozes

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Colocar a massa na tarteira com a folha de papel vegetal. Picar todo o fundo com um garfo e dobrar as bordas de massa em excesso.

Descascar e fatiar as maçãs. Dispô-las de forma a cobrir todo o fundo da massa da tarte. Polvilhar generosamente com canela.

Num recipiente colocar os ovos e o açúcar e bater. Juntar a manteiga amolecida e bater novamente. Adicionar a farinha e as nozes e envolver bem. Colocar esta massa sobre as maçãs e levar ao forno cerca de 35-40 minutos. Quando estiver bem douradinha, está pronta! Retirar do forno, deixar arrefecer e desenformar com cuidado para não quebrar.

Bom apetite!

Tarte de maçã e nozes

quarta-feira, 29 de Outubro de 2014

Bolo de caramelo e baunilha de Madagáscar

Bolo de caramelo e baunilha de Madagáscar

A semana passada recebi uma proposta para experimentar umas vagens de baunilha que começaram a ser importadas para Portugal, vindas de Madagáscar. Confesso que vagem de baunilha não é um produto que compre com grande frequência, apesar de gostar bastante. O preço não costuma ser convidativo e as que apareceram agora a preços mais baixos nalguns supermercados parecem-me um bocadinho secas. Estas que recebi vêm muito bem acondicionadas e basta abrir a embalagem para perceber que nos chegam bem húmidas e frescas. E depois, basta abrir a vagem com a ponta da faca e percebe-se bem a diferença. Para testar fiz um bolinho simples de caramelo e baunilha. Deixo-vos aqui a sugestão:

Baunilha de Madagáscar - Boutique da Baunilha


5 ovos
280g de açúcar
1 maçã média (de qualquer qualidade)
1 iogurte natural
1 copo (do iogurte) de óleo vegetal
3 colheres de sopa de caramelo líquido
½ vagem de baunilha
170g de farinha
1 colher de chá de fermento em pó
Açúcar em pó para polvilhar

Bolo de caramelo e baunilha de Madagáscar

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Untar uma forma redonda com margarina e polvilhar de farinha. Reservar.

Começar por bater os ovos com o açúcar até obter um creme fofo e esbranquiçado. (Bimby/TH 3 min., vel. 4)

Juntar de seguida a maçã descascada e muito picadinha (se usar a Bimby, não é preciso picar muito), o iogurte, o óleo, o caramelo líquido e o interior da vagem de baunilha raspado com a ponta de uma faca. (4 min., vel. 4)

Por fim juntar a farinha e o fermento em pó e envolver apenas até a farinha desaparecer envolvida na massa (20 seg., vel. 3)

Colocar a massa na forma e levar ao forno cerca de 40-45 minutos. Verificar cozedura com um palito. Retirar do forno, aguardar 4 a 5 minutos e desenformar. Depois de frio polvilhar com açúcar em pó.

Bom apetite!

Bolo de caramelo e baunilha de Madagáscar

segunda-feira, 27 de Outubro de 2014

Quadradinhos simples de laranja

Quadradinhos simples de laranja

A vida vai estando complicada. E se há alturas em que tudo corre levemente, outras há em que nos sentimos esmagados pelo peso do próprio ar. É por isso que por aqui tudo tem andado um pouco em banho-maria. Reconheço que não tenho trazido grandes novidades. Não tenho tido tempo, nem força, nem disponibilidade de me aventurar em experiências. Nem me apetece. Adoro o blog. Respeito muito os meus leitores. Tento não me tornar muito repetitiva. Tenho literalmente milhares de receitas que gostava de experimentar. Talvez, a pouco e pouco, as coisas vão surgindo, aparecendo do nada… mas agora vai andado a passo de caracol. As receitas vão aparecendo simples, como retrato fiel do que têm sido os meus dias. As filhas crescem, e com elas a necessidade de as acompanhar cada vez mais. O tempo para a cozinha é diminuto, absorvido pela família, pela casa e pelas rotinas mais ou menos saudáveis… mas vou ficando por aqui. Hoje com uns quadradinhos simples de laranja...

Quadradinhos simples de laranja

2 iogurtes naturais
4 ovos
280g de açúcar
100g de margarina vegetal amolecida
350g de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento em pó
1 laranja grande - Sumo e raspa

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Untar um tabuleiro pequeno com margarina e polvilhar de farinha. Reservar.

Começar por bater muito bem os ovos com o açúcar. Juntar de seguida os iogurtes, a margarina amolecida, o sumo e a raspa da laranja. Quando estiver uma massa muito lisa e brilhante, juntar a farinha e o fermento e bater só até envolver.

Colocar a massa na forma reservada e levar ao forno quente cerca de 30 minutos.

Verificar a cozedura com um palito. Depois de frio cortar em quadrados e servir.

Bom apetite!

sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

Fogaças de Alcochete

Fogaças de Alcochete

No outro dia em conversa com uma amiga falamos das fogaças de Alcochete. Eu adoro e ela também. Pensei que não devia ser difícil de fazer e pus-me em busca da receita. Depois de as fazer só posso concluir que são ainda muito mais fáceis de fazer do que eu pensava. Esta é uma receita Bimby/thermomix. Confesso que para massas só uso esta amiga. Mas se quiserem amassar à mão, os passos são rigorosamente os mesmos até obter uma massa consistente, moldável e uniforme. A receita vem do blog “Diário da cozinha”. Obrigada pela partilha!

250g açúcar amarelo
120g margarina vegetal (derretida no microondas)
500g farinha de trigo tipo 65 (não tinha tanta, usei metade de farinha t55)
1 colher de sopa de canela em pó
1 casquinha de limão
125ml de leite natural
1 ovo batido (para pincelar)

Fogaças de Alcochete

Colocar no copo o açúcar e a cascquinha de limão. Pulverizar 15 seg., vel 9. Juntar a farinha e a canela. Misturar 20 seg., vel 5. Abrir a tampa e acabar de envolver melhor com a espátula. Voltar a tapar e com a bimby a trabalhar na vel 4, deitar aos poucos pelo bocal, a margarina derretida e de seguida o leite. Parar e programar 3 min. na velocidade espiga.

Espalhar um pouco de farinha sobre a bancada, deitar a massa e trabalhá-la um pouco.

Dividir em 6 porções e fazer pequenas bolas. Espalmar um pouco cada uma delas. Colocar no tabuleiro de forno protegido com tapete antiaderente. Com uma faca fazer uma cruz em cada bola e pincelar com ovo batido.

Levar ao forno já quente a 200º C cerca de 15 a 20 minutos.

Bom apetite!

Fogaças de Alcochete
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...