segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Fofos de atum – receita Bimby

Fofos de atum

Mais uma receitinha adaptada do inspirador blog “Nou soup for you”. Ficam muito bons, e mantêm-se fofinhos durante uns dias. Ideais para quem gosta de levar este tipo de salgadinho para almoços ou lanches durante a semana. Principalmente, porque sabemos o que têm dentro! Aqui fica:

Para 12 fofos de “bom” tamanho
Massa:
250g de farinha
2 colheres de chá de fermento
1 colher de café de sal fino
25g de margarina
50g de usei azeite (usei aromatizado com alho)
250g de leite
2 ovos

Para o recheio:
2 latas de atum natural
6 cogumelos frescos
½ pimento vermelho
3 pézinhos de salsa
1 cebola
2 dentes de alho
40g de azeite
60g de polpa de tomate
Oregãos qb
Sal e pimenta

Colocar todos os ingredientes da massa no copo e programar 1 min., vel. 3. Reservar.

Colocar no copo todos os ingredientes do recheio, com excepção do atum e do azeite. Triturar 30 seg., vel. 6. Juntar o azeite para refogar e programar 6 min., tem. 100, vel. 2. Enquanto isso, colocar o forno a aquecer a 180.ºC.
Terminado o tempo, juntar o atum, ajustar o sal (precisa de muito pouco) e programar 5 min., temp. 100, velocidade colher inversa.
Preparar as forminhas untando-as com um pouco de azeite e polvilhando de farinha.
Colocar um pouco de massa no fundo de cada forminha (cerca de 1/3 da altura). Colocar um pouco de recheio e por cima, novamente massa.
Levar ao forno pré-aquecido cerca de 20-25 minutos, ou quando a massa estiver douradinha.

Bom apetite!

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Folhado de farinheira com espinafres e queijo

Folhado de legumes com farinheira, espinafres e queijo

Hoje trago mais uma sugestão para um folhado. Fica sempre bem como entrada ou como acompanhamento. Ou até mesmo como jantar! Eu, como sou fã de farinheira, acho que ficou bastante saboroso. Aqui fica:

1 placa de massa folhada fresca rectangular (costumo usar do LIDL)
½ embalagem de espinafres congelados
1 farinheira
100g de queijo mozarela ralado
1 ovo

Folhado de legumes com farinheira, espinafres e queijo

Colocar um tacho com água ao lume. Juntar a farinheira picada com um garfo e deixar cozer cerca de 4 a 5 minutos depois da água levantar fervura. Depois de cozida, retirar a farinheira, reservar, mas manter a água ao lume, onde se juntam os espinafres e uma pitada de sal. Deixar cozer 5 minutos. Retirar, escorrer e reservar.

Retirar a pele da farinheira e desfazer em bocados com um garfo.
Deixar arrefecer completamente a farinheira e os espinafres.
Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Estender a massa folhada. No sentido do comprimento distribuir o recheio da farinheira. Por cima, colocar os espinafres muito bem escorridos. Por fim, cobrir com queijo mozarela.
Fechar a massa, colando as pontas com um pouco de água morna. Pincelar com o ovo batido e levar ao forno cerca de 25 minutos, ou até a massa estar douradinha.

Bom apetite!

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Porridge com aroma de laranja

Porridge (para ser mais fino!) com aroma de laranja

É engraçado perceber como a blogoesfera culinária se anima e se junta para qualquer desafio. Desta vez trata-se do quinto aniversário do blog “Cinco quartos de laranja”. Quem é que nunca se inspirou e deliciou nas suas deliciosas receitas? Pois, aqui fica a minha simples participação. Confesso que não foi fácil o desafio. Arranjar uma receita com apenas cinco ingredientes… é obra! Mas esta, que tenho usado ultimamente com muita frequência, com imensas variações pareceu-me perfeita. Consegui encaixar os cinco ingredientes, numa tacinha deliciosa, ideal para as “meninas das dietas”. Os meus parabéns, e aqui fica o meu contributo:

(usei uma chávena de 280ml)

1 chávena de leite
5 colheres de sopa, bem cheias, de flocos de aveia integral
Raspa de 1 laranja
1 colher de sobremesa de canela em pó
5 a 6 avelãs picadas grosseiramente

Num tacho colocar todos os ingredientes, reservando um pouco da raspa de laranja e 2 ou 3 avelãs. Levar a lume baixo e deixar levantar fervura. Depois de começar a ferver, ir mexendo sempre, para ficar mais cremoso. Deixar cozinhar por cinco minutos. Servir quente ou frio, juntando mais avelãs picadas e raspa de laranja.

Bom apetite!

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Crouton ou cubos de pão fritos com azeite, alho e orégãos

Croutons

Lá em casa agora deu-nos a mania de ser finos!! E como sou 100% contra o desperdício alimentar, nem o pão duro se deita fora. Como em tempo de dieta não se fazem pudins, saíram, com a ajuda da Actifry, uns crouton para juntar às sopinhas e saladas. Ora então, aqui fica:

300g de pão “antigo”
2 colheres medida de azeite
2 colheres de sobremesa de alho em pó
2 colheres de sobremesa de orégãos

Cortar o pão em fatias e depois em cubos pequenos. Colocar na cuba da Actifry. Regar com o azeite e salpicar com o alho e os orégãos. Programar 12 minutos. Verificar se estão torradinhos, uma vez que depende do tipo de pão. Deixar arrefecer por completo e guardar num recipiente hermético. Servir com sopas, saladas, pratos de forno… ou com o que apetecer!

Bom apetite!

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Para o chá das cinco... (biscoitos de chocolate)

Para o chá das cinco...

Bem, tal como os bolos, os biscoitos também nunca são demais. Hoje trago uma receita do blog “Chocolatria”, no qual sou viciada, e tal como o nome indica, é uma tentação para a gula. Esta receita estava esquecida, e já os fiz (até me assustei quando vi a data da fotografia) há ano e meio!! Mas vale a pena trazê-los de volta! Por isso, aqui fica:

Já não me lembro ao certo quantos rende, mas são bastantes!
(utilizei uma chávena de chá com capacidade para 250ml)

200g de margarina à temperatura ambiente
½ chávena de açúcar
2 chávenas de farinha de trigo
¼ de chávena de cacau em pó
1 pitada de sal fino
1 colher de café de essência de baunilha

Bater a manteiga com o açúcar até obter um creme fofo e esbranquiçado. Juntar os restantes ingredientes e misturar bem até a massa estar homogénea (usar bimby, colher de pau ou mãos). Fazer uma bola, envolver em película aderente e colocar no frigorífico cerca de 1 hora.

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Retirar a massa do frigorífico e fazer pequenas bolas, achatando-as ligeiramente com as mãos. Colocar num tabuleiro de ir ao forno forrado com tapete anti-aderente ou papel vegetal. Levar a forno cerca de 20-25 minutos. Deixar arrefecer por completo em cima de uma rede e guardar em recipiente hermético.

Bom apetite!

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Migas doces – receita Bimby

Migas doces

A foto não dá a honra necessária ao doce! Definitivamente! Mas foi um dia bastante complicado, e não consegui arranjar melhor! Fica a promessa de repetir e actualizar com fotografia decente. A fonte é de um livro Bimby – “Cozinha regional portuguesa”. Um resultado muito bom, como seria de espera pelos ingredientes usados. É um doce pesado, próprio da nossa culinária. Aqui fica:

100g de miolo de amêndoa
120g de miolo de noz
6 ovos
180g de açúcar
Canela em pó a gosto

Com o copo bem seco triturar as amêndoas e as nozes 5 seg., vel.8. Retirar e reservar.
Passar o copo por água, colocar a borboleta na lâmina e juntar os ovos e o açúcar e programar 2 min., vel. 3.
De seguida, programar 10 min., varoma, vel. 2.
No fim do tempo, misturar o miolo de amêndoa e noz, juntamente com a canela. Eu misturei logo a canela, ao contrário do que dizia a receita original. Mas na realidade a canela deve ficar melhor polvilhada no fim, do que misturada.
Programar 1 min., vel. 2 e ½. Colocar em tacinhas ou numa taça grande e deixar arrefecer.

Bom apetite!

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Costeletas do lombo no tacho

Costeletas do lombo no tacho

Lá em casa gostamos mais das costeletas do fundo, porque achamos mais saborosas e costumamos fazer grelhadas. Mas de longe, e apesar de não serem o ideal, as costeletas do lombo têm muito menos gordura. Mas grelhadas ficam bastante secas, e fritas, ficam cheias de gordura. Resolvi cozinhá-las no meio-termo. No tacho! Não ficam secas, e não ficam com muita gordura. Aqui fica a sugestão:

6 costeletas do lombo
2 colheres de sopa de azeite
3 dentes de alho
1 cebola
½ pimento vermelho pequeno
2 colheres de sopa de mostarda
½ copo de vinho branco
Sal q.b.

Num tacho largo, colocar o azeite e deixar aquecer. Quando estiver quente, colocar as costeletas e tapar. Deixar 2 ou 3 minutos, destapar e virar as costeletas. Deixar cozinhar mais 2 ou minutos. Ao fim desse tempo, colocar por cima os dentes de alho picados, a cebola cortada em fatias finas e o pimento em tirinhas. Temperar com sal e juntar a mostarda, espalhando sobre a cebola. Tapar e deixar cozinhar. Passado uns 10 minutos envolver tudo muito bem e regar com o vinho branco. Deixar cozinhar destapado mais 2 ou 3 minutos e fica pronto a servir. Acompanhei com arroz barnco.

Bom apetite!

Costeletas do lombo no tacho

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Chocolatíssimo

Chocolatíssimo

Ora aqui chega mais um bolinho de chocolate. Este é para gulosos. Fica muito saboroso e aguenta-se “como novo” durante vários dias. A receita vem de Espanha, do blog “Con los cinco sentidos”. Nós, lá por casa, somos fãs de bolo de chocolate. Por isso não me canso de experimentar tudo o que é receita que encontro pela blogoesfera fora. Este valeu a pena. Não só pelo resultado, mas pela facilidade de execução. Não tenho nenhuma foto do interior, mas fica um daqueles bolos de chocolate maciços e deliciosos. Não deixem de experimentar. Aqui fica:

4 ovos
200g de açúcar
200g de farinha
200g de chocolate em pó (do que se usa para fazer chocolate quente. Comprei no Minipreço)
150g de margarina à temperatura ambiente
200ml de leite
1 colher de chá de fermento em pó
150g de chocolate para pão (tipo Nutella)

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Untar uma forma redonda com margarina e polvilhar com farinha. Reservar.
No copo da Bimby, ou numa taça com uma batedeira, colocar todos os ingredientes. Bater tudo muito bem, até a massa ficar completamente homogénea e começar a formar bolhas.
Colocar a massa na forma e levar ao forno quente cerca de 45 minutos. Verificar a cozedura, retirar do forno, desenformar e deixar arrefecer.

Bom apetite!

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Farinha de grão tostada – receita Bimby

Farinha de grão assada

Hoje trago mais uma “iguaria” retirada do Velocidad Cuchara. Farinha de grão assada. É uma alternativa para usar no peixe frito, nos croquetes, nos legumes fritos, engrossar sopas ou molhos… enfim, pode ter praticamente a utilidade de outra qualquer farinha. Aqui fica… e cuidado com os ouvidos, porque a casa vem abaixo!

500g de grão seco

Colocar os grãos no copo da Bimby e dar uns golpes de turbo para começar a desfazê-los (é aqui que cai o prédio!!!!).
De seguida pulverizar durante 30 seg. em velocidade progressiva 5-7-10. Com a juda da espátula baixar os restos da parede do copo e se necessário repetir a operação.
Tostar a farinha programando 20 min., 100.ºC, vel. 5.
Terminado o tempo, retirar a farinha do copo para outro recipiente e deixar arrefecer por completo. Depois de fria, colocar novamente no copo e pulverizar novamente em velocidade progressiva 5-7-10 durante 30 seg.
Armazenar em recipiente hermético.

Bom apetite!

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Tarte de iogurte e fiambre

Tarte de iogurte e fiambre

Quando vi esta sugestão aparecer na página da Nestlé no Facebook, e tendo-me esquecido de tirar jantar nesse dia (acontece-me cada vez com mais frequência! Estou a ficar senil!), pensei que seria uma excelente sugestão, uma vez que tinha todos os ingredientes em casa. Fiz algumas alterações em relação à receita original, mas o resultado é simples e rápido. Óptimo para um jantar de 6.ª feira, acompanhado de uma boa salada. Aqui fica:

Uma embalagem de massa folhada
200g de fiambre cortado em pedaços pequenos
5 ovos
2 iogurtes naturais
Sal e noz-moscada q.b.
Queijo emental a gosto

Pré-aquecer o forno a 180.ºC.
Estender a massa num tabuleiro ou tarteira, juntamente com o papel de ir ao forno. Picar o fundo com um garfo.
Cobrir a base com o fiambre cortado. Numa taça bater muito bem os ovos e por fim juntar os dois iogurtes, batendo novamente. Acrescentar o sal e a noz-moscada a gosto. Envolver e deitar sobre o fiambre de forma uniforme. Cobrir o tabuleiro com queijo emental.
Levar ao forno quente até ficar douradinho. Acompanhar com uma salada.

Bom apetite!

Tarte de iogurte e fiambre

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Clarinhas de coco

Clarinhas de coco

Hoje trago uma receita do livro “Doces e Sobremesas” da Bimby, mas desta vez adaptada ao método tradicional. Não gosto das claras batidas na Bimby, muito menos, quando o processo implica envolver alguma coisa nessas mesmas claras. Por isso aqui ficam uns bolinhos de coco tradicionais:

5 claras
1 pitada de sal
250g de coco ralado
200g de açúcar em pó

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Colocar as claras num recipiente, juntamente com uma pitada de sal, e bater até estarem firmes. A pouco e pouco juntar o açúcar em pó até as claras ficarem em castelo bem firme. Juntar o coco, ás colheradas, e envolver delicadamente nas claras, batendo de baixo para cima. Forrar um tabuleiro de forno com papel vegetal ou outro material anti-aderente e colocar colheradas da massa. Levar ao forno cerca de 20 minutos ou até começarem a alourar. Retirar e deixar arrefecer. Rende 2 tabuleiros.

Bom apetite!

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Mousse de abacate

Mousse de abacate

Um destes dias ofereceram-me uns abacates. Não é uma fruta que eu costume comprar, apesar de lá em casa apreciarmos bastante. Antes que se começassem a estragar, resolvi fazer uma deliciosa mousse de abacate. A receita é muito, muito simples e faz as delícias das sobremesas de muitos almoços de família. Confesso que foi a primeira vez que fiz, apesar de a ter comido imensas vezes. A receita é do meu segundo pai (histórias da vida…) e é sempre ele que a faz. Desta vez calhou-me a mim. Convém comer na hora, ou fazê-la mesmo antes do almoço. O abacate, tal como outras frutas começa a oxidar e fica acastanhado. Pode-se comer na mesma, que não fica estragado, mas a aparência é menos apetitosa.

Convém apenas relembrar, que um único abacate pode ultrapassar as 600 calorias. Por isso, apesar de ser fruta, muito cuidado com a dieta! Aqui fica:

5 abacates
5 colheres de sopa de açúcar (1 por abacate)
1 colher de sobremesa de canela em pó (ou uma colher de café por abacate)
1 cálice de Vinho do Porto (ou mais…)

Abrir os abacates no sentido da largura. Retirar o caroço e com uma colher, retirar todo o recheio para o copo de um robot de cozinha (pode-se fazer com varinha mágica). Acrescentar todos os restantes ingredientes e triturar até ficar em creme. Na Bimby 30 seg., vel. 5. Se não for servido de imediato, conservar no frigorífico até à hora de ir para a mesa.

Bom apetite!

Mousse de abacate
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...