segunda-feira, 31 de Janeiro de 2011

Tarte pudim de coco

Tarte pudim de coco

Uma sobremesa rápida, simples e boa? Aqui fica uma excelente sugestão retirada de uma Teleculinária. Não fica enorme, mas fica muito, muito saborosa... para os apreciadores de coco, claro! "Bolo" por cima e pudim por baixo. Aqui fica:

Margarina e açúcar para polvilhar
1 lata de leite condensado
150g de coco ralado
5 ovos
1 colher de chá de essência de baunilha
Açúcar em pó para polvilhar

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Untar uma forma baixa (usei uma tarteira) com margarina e polvilhar com açúcar. Reservar.
Numa taça colocar todos os ingredientes e misturar tudo muito bem. Colocar no forno quente cerca de 25 minutos. Retirar, deixar arrefecer e polvilhar com açúcar em pó, ou mais coco ralado. Fica pronta a servir.

Bom apetite!

Tarte pudim de coco

sexta-feira, 28 de Janeiro de 2011

Bolinhos de amêndoa e laranja – receita Bimby

Bolinhos de amêndoa e laranja

Estes bolinhos ficaram bastante saborosos e são mesmo muito simples de fazer. Daqueles em que se junta tudo, dá-se três voltas levam-se ao forno e já está! Mesmo ao mesmo jeito. Aqui fica:

200g de farinha
150g de amêndoa
50g de flocos de aveia
200g de manteiga
200g de açúcar amarelo
1 pitada de sal
1 colher de café de raspa de laranja

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Colocar no copo da Bimby a amêndoa e os flocos de aveia. Triturar na vel. 9 até ficarem completamente moídos. Juntar os restantes ingredientes e misturar 30 seg., vel. 6. Cofirmar se a massa está homogénea. Fazer pequenas bolas com as mãos e espalmar ligeiramente com um garfo. Colocar num tabuleiro com tapete de silicone ou superfície anti-aderente e levar ao forno cerca de 18-20 minutos. Retirar e deixar arrefecer sobre uma grelha. Armazenar em recipiente hermético.

Bom apetite!

Bolinhos de amêndoa e laranja

quinta-feira, 27 de Janeiro de 2011

Bolo de cacau, courgette e avelã – Receita Bimby

Bolo de chocolate, courgette e avelã

Bem, como é que eu hei-de dizer… este bolo não teve qualquer tipo de sucesso lá em casa. Mas eu explico. A culpa foi de tudo e de todos. Primeiro, tentei fazer o bolo em “segredo”, isto é, tentei que ninguém me visse a fazer o bolo. Mas o meu marido entrou na cozinha exactamente na hora em que estava a separar a courgette picada. Foi o suficiente para quase não tocar no bolo. E segundo tem o grande defeito de qualquer bolo feito com cacau. Fica agreste. Uma pessoa dá uma dentada naquele delicioso pedaço castanho… mas não é chocolate. E a decepção é grande. Principalmente para as crianças. Na minha opinião o bolo é bom. Mas não vou voltar a repetir lá em casa por motivos óbvios. A receita vem do blog “Cocido de sopa”. Aqui fica:

200g de farinha
150g de courgette
50g de cacau em pó
1 colher de café de canela
80g de margarina à temperatura ambiente (ou amolecida no microondas)
200g de açúcar
1 colher de café de essência de baunilha (opcional)
2 ovos
½ copo de leite
60g de avelãs picadas finamente
1 colher de café de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Untar com margarina e polvilhar de farinha uma forma. Reservar.
Começar por picar a avelã. Uns segundos na vel. 5-7, até estar em pó. Retirar e reservar.
Pesar a courgette com casca e só depois pelar e partir em pedaços pequenos. Picar durante uns segundos na vel. 4. Se necessário repetir a operação. Retirar e reservar.
Lavar e limpar bem o copo. Colocar o açúcar e polverizar em velocidade progressiva5-10, cerca de 30 seg. Juntar a manteiga e programar 2 min. e ½, vel. 3 e ½.
Programar 3 min., vel. 3 e juntar 1 ovo a cada minuto. No último minuto juntar também a essência de baunilha e o leite.
De seguida, juntar a farinha, o fermento, o bicarbonato, a canela, o sal e a avelã moída. Programar 2 min., vel. 3 e ½.
Por último, juntar a courgette e misturar uns seg., vel.3.
Levar ao forno quente cerca de 45 minutos. Verificar a cozedura, retirar, desenformar e deixar arrefecer.

Bom apetite!

Bolo de chocolate, courgette e avelã

terça-feira, 25 de Janeiro de 2011

Saladinha de favas

Saladinha de favas

Eu não sou especialmente apreciadora de favas, devo confessar. Mas também tenho que dar o braço a torcer e admitir que saladinha de favas é até muito bom. Por isso aqui fica a sugestão, para um acompanhamento, ou apenas para mais um petisco daquelas mesas de reuniões familiares de lanches ajantarados… coisa que há com muita frequência na minha família!

1 kg de favas congeladas (usei do Pingo Doce)
1 caldo de carne
½ chouriço de carne
2 linguiças
1 pedaço de toucinho
4 dentes de alho
½ molho de coentros
Azeite e sal q.b.

Colocar um tacho ao lume com cerca de 1 litro de água, sal e o caldo de carne. Quando começar a ferver, juntar as favas. Depois de levantar novamente fervura deixar cozer cerca de 7 a 8 minutos. Retirar do lume, escorrer as favas e reservar.
No mesmo tacho, ainda quente, colocar o chouriço e as linguiças sem pele e cortados em rodelas, juntamente com o toucinho cortado em pedaços. Regar com um fio de azeite e deixar alourar. Quando estiverem bem lourinhos, adicionar os alhos bem picados juntamente com os coentros picados grosseiramente. Quando o alho começar a fritar, juntar as favas e envolver tudo muito bem. Acrescentar mais azeite e deixar cozinhar. Servir frio ou quente.

Bom apetite!

Saladinha de favas

segunda-feira, 24 de Janeiro de 2011

Pão de azeite

Pão de azeite

Hoje trago uma receita de pão. São raras por aqui infelizmente! Tenho muito pouco tempo e fazer pão de receita é sempre daquelas coisas que vão ficando para trás. Ficam muito mais saborosos, mas quando podemos abrir um pacotinho de farinha preparada e deitar lá para dentro é sem dúvida mais rápido. Bem, mas aproveitando uns dias por casa, saiu este pãozinho de azeite. A receita vem do Mesa para 4 (mais uma!) e recomendo a fazerem. Acho que da próxima vez vou usar um azeite de sabor mais intenso, porque gosto bastante de sabor a azeite. Aqui fica:

270ml de água
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa (mal cheia) de açúcar
3 colheres de sopa de azeite
250g de Farinha de trigo 55
250 g de Farinha para pão (usei do LIDL para pão branco – mas não aconselho, acho que “secou” um bocadinho o pão)
1 colher de chá cheia de fermento de padeiro granulado (Fermipan, Vahine)

Colocar pela ordem da receita todos os ingredientes na cuba da máquina de fazer pão.
Marcar o programa básico para pão, peso 750, tostado médio.
Quando terminar o tempo, retirar de imediato e colocar em cima de uma grelha para arrefecer.
Comer quentinho com manteiga… ou doce!

Bom apetite!

sexta-feira, 21 de Janeiro de 2011

Arroz doce – receita Bimby

Arroz doce - Bimby

Arroz doce. Não precisa de apresentações, bem sei! Foi a primeira vez que fiz, uma vez que o meu marido não é especialmente apreciador, mas saiu francamente bem. Até ele comeu, gostou e repetiu várias vezes. A receita é do livro base da Bimby (o antigo). Na receita diz para colocar apenas 130g de arroz, mas depois de uma dica valiosa da minha irmão, coloquei 150g e, de facto, ficou no ponto certo. Para repetir, sem dúvida! Aqui fica:

1 litro de leite
150g de arroz carolino ou arroz especial para sobremesas
1 casca de limão
1 pau de canela
1 pitada de sal
150g de açúcar
4 gemas de ovo

Colocar todos os ingredientes no copo da Bimby, com excepção dos ovos e do açúcar. Programar 50 min., tem. 90, vel. colher inversa.
Numa taça bater bem as gemas com um garfo.
Quando o tempo terminar, juntar o açúcar e as gemas em fio pelo bucal e programar mais 10 min., temp. 90, vel. colher inversa.
Assim que terminar o tempo, deitar o arroz numa travessa grande e deixar arrefecer. Depois de frio decorar com canela em pó a gosto.

Bom apetite!

Arroz doce - Bimby

quarta-feira, 19 de Janeiro de 2011

Espinafres salteados com cogumelos e ovo

Espinafres salteados com cogumelos e ovo

Cá vou eu andando na minha batalha do peso. Hoje trago um petisco que tem proteínas suficientes para uma refeição, dispensando a carne e o peixe, e que a mim, me podiam oferecer sempre, estando em dieta ou não. Serve de refeição e serve como uma excelente alternativa a uma refeição de dieta. Aqui fica:

Para dois:
200g de espinafres congelados (uso meio pacote do Pingo Doce)
2 ovos
1 embalagem de cogumelos frescos (das que se vendem no supermercado)
10 azeitonas
3 dentes de alho
1 colher de chá de sementes de mostarda
2 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de vinagre balsâmico (ou a gosto)

Num tacho colocar água, um pouco de sal e os dois ovos lavados. Levar ao lume e deixar levantar fervura. Passado 5 minutos, juntar os espinafres e deixar ferver mais 5 a 6 minutos. Retirar os ovos, descascar e picar. Reservar. Escorrer muito bem os espinafres. Reservar.
Numa frigideira colocar o azeite, os dentes de alho picados e os cogumelos depois de bem lavados e fatiados. Deixar cozinhar os cogumelos até estarem douradinhos. Juntar as sementes de mostarda, as azeitonas e o vinagre balsâmico. Envolver. Por fim, adicionar os espinafres e deixar cozinhar mais 2 ou 3 minutos. Servir de imediato e já no prato colocar o ovo picado.

Bom apetite!

segunda-feira, 17 de Janeiro de 2011

Bolo de manteiga – receita Bimby

Bolo de manteiga

Este é sem dúvida alguma um dos “bolos de semana” preferidos lá em casa. Apesar de não ser muito grande, o sabor e a textura são fantásticos. A receita é de um dos meus blogs de eleição, o No soup for you, da Gasparzinha. Aqui fica, a não perder:

4 ovos
200g de açúcar
200g de manteiga
200g de farinha
1 colher de chá de fermento
1 colher de chá de essência de baunilha (não costumo usar)
Açúcar em pó para polvilhar

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Untar com margarina e polvilhar com farinha uma forma pequena. Reservar.
No copo da Bimby, colocar a borboleta na lâmina. Deitar o açúcar, os ovos e a manteiga no copo e programar 3 min, temp 37, vel 3.
Juntar depois a farinha e o fermento e envolver uns 10 seg, na vel 3.
Colocar a massa na forma e levar ao forno cerca de 25-30min. Verificar a cozedura com um palito. Retirar do forno, desenformar e deixar arrefecer. Depois de frio, polvilhar com açúcar em pó.

Bom apetite!

sexta-feira, 14 de Janeiro de 2011

Compota de Inverno

Compota de Inverno

Desta vez, e como a quantidade era muita, optei por fazer um docinho no tacho. Sem dúvida alguma, é muito, mas mesmo muito mais prático na D. Bimby. Seja como for, aqui fica a receita, retirada de um livro de Doces e Compotas que me foi oferecido e onde apenas utilizam açúcar gelificante.

900g de maçã sem casca e sem caroços
sumo de 1 limão
500g de açúcar gelificante
100g de passas
Grãos de uma romã
1 pitada de canela

Num tacho grande, colocar a maçã, o sumo de limão e o açúcar. Levar ao lume e deixar levantar fervura. Quando isso acontecer, juntar a romã e as passas. Quando começar a borbulhar novamente, deixar ferver cerca de 4 minutos, mexendo sempre. Ao fim desse tempo, retirar o tacho do lume, misturar a canela e deitar de imediato o doce em frascos esterilizados. Fechar as tampas e voltar os frascos ao contrário. Deixar arrefecer nessa posição.

Bom apetite!

Compota de Inverno

quarta-feira, 12 de Janeiro de 2011

Bolo de tâmaras e nozes

Bolo de nozes e tâmaras

Este foi o bolo com que acabei o ano em beleza. Não significa que não coloque mais bolos, porque ainda tenho muitos por colocar, mas foi o último bolo de 2010… o último dos próximos tempos. É muito simples de fazer e é daqueles bolos que são completamente a minha cara. Não fica nada seco e penso que ainda se come melhor no dia seguinte. Apenas uma dica; as tâmaras são muito fáceis de descaroçar, por isso é preferível comprar com caroço, porque ficam bastante mais em conta. Aqui fica:

Usei uma chávena de leite como medida (daquelas que se usam ao pequeno-almoço)

120g de margarina
1 colher de sopa de água morna
1 chávena de açúcar
2 ovos grandes ou 3 pequenos
1 chávene de farinha
1 colher de café de fermento em pó
1 chávena de tâmaras cortadas em pedaços pequenos
1 chávena de nozes partidas em pedaços pequenos
Açúcar em pó q.b.

Bolo de nozes e tâmaras

Pré-aquecer o forno a 150.ºC. Preparar as nozes e as tâmaras. Reservar.
Numa taça bater a margarina, amolecida no micro-ondas, com o açúcar. Juntar a água e os ovos e bater até ficar em creme.
Adicionar a farinha e o fermento e voltar a bater.
Quando estiver bem misturado, juntar as nozes e as tâmaras e envolver até ficar bem distribuído pela massa. Fica uma massa pesada.
Leva-se a forno pré-aquecido a 150.ºC num tabuleiro untado de margarina e polvilhado de farinha, cerca de 30 minutos. Verificar a cozedura com um palito, tendo o cuidado de não deixar secar muito.
Retirar do forno e cortar em quadrados ou rectângulos pequenos. Com o bolo ainda morno, envolver os pedaços em açúcar em pó.

Bom apetite!

Bolo de nozes e tâmaras

segunda-feira, 10 de Janeiro de 2011

Compota de cebola – receita Bimby

Compota de cebola

Ora aqui está daquelas coisas que nunca sonharia fazer. Até que um dia, pensei… e porque não? Com carne deve ficar fantástico. Vi a receita em vários sítios, mas foi esta que fixei, e adaptei, do Velocidad Cuchara um dos meus blogs de eleição. Ideal para acompanhar carnes assadas ou grelhadas ou servir apenas como entrada, juntamente com queijos e tostas. Aqui fica a sugestão:

800g de cebola
100g de Vinho do Porto
100g de açúcar amarelo
50g de azeite
Uma pitada de sal

Retirar a casca da cebola, partir em pedaços grandes e colocar no copo da Bimby. Picar 15 seg., vel.4. Retirar e reservar.
Colocar a mariposa no copo. Colocar o azeite e aquecer 2 minutos e ½ na vel.1, temp. varoma.
Quando o azeite estiver quente, juntar a cebola e o sal e programar 20 min., temp. varoma, vel. 1.
Terminado esse tempo juntar o vinho do Porto e programar 5 min. varoma, vel.1.
Retirar a mariposa, juntar o açúcar e programar mais 15 min., varoma, vel.2.
Armazenar como se tratasse de uma compota doce.

Bom apetite!

quinta-feira, 6 de Janeiro de 2011

Molotof

Molotof com leite creme

Aos anos que andava para fazer molotof! Literalmente, anos! Com 20 claras para gastar no congelador, enchi-me de coragem e foi desta! Usei a receita do Mesa para 4 e sabia que não iria falhar! Nunca falham! Obrigada mais uma vez! Fiz um molotof de 12 claras e cheguei à brilhante conclusão que só me arrependo de não ter experimentado antes. É tão, mas tão simples, que não sei de que é que andava à espera! Usei leite-creme na cobertura. O ideal seria doce de ovos, bem sei, mas precisava mesmo de gastar as claras. Também pode ser servido simples. Aqui fica, com todos os truques e dicas aplicados:

(As proporções são sempre as mesmas consoante o n.º de claras usadas)
12 claras
12 colheres de sopa de açúcar + 1 – 13 colheres
4 colheres de sopa de caramelo líquido (Usei de compra)
1 pitada de sal

Para a cobertura
½ litro de leite
1 pacotinho de leite creme instantâneo
3 colheres de sopa de açúcar

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Untar uma forma de buraco com margarina, como se fosse para um bolo, mas sem polvilhar de farinha. Reservar.
Numa taça grande colocar as claras com uma pitada de sal fino e bater até ficarem formadas em castelo. Continuar a bater e adicionar o açúcar a pouco e pouco até apresentar uma consistência de merengue bem firme. Adicionar o caramelo e envolver. Colocar na forma e bater com a forma na bancada de maneira a rebentar as bolhas de ar que se tenham eventualmente criado. Colocar no forno 12 minutos (1 minuto por cada clara). Quando terminar o tempo, desligar o forno e deixar o molotof lá dentro mais 30 minutos. NUNCA abrir a porta do forno. Terminado esse tempo, retirar e evitar mudanças súbitas de temperatura (como janelas abertas, correntes de ar, etc.!). Desenformar para um prato largo. É natural que ele desça um pouco.

Enquanto o molotof está no forno fazer o leite-creme de acordo com as instruções da embalagem. Deixar arrefecer antes de colocar por cima do Molotof. É natural que crie aquela capinha dura por cima, mas retira-se com uma colher e coloca-se apenas a parte mais líquida.

Bom apetite!

quarta-feira, 5 de Janeiro de 2011

Ao som dos dias

Pois é... senti necessidade de abrir um novo cantinho com tudo o que me vai na alma!

Quando quiserem, serão muito bem recebidos!

Obrigada!

Ao som dos dias

terça-feira, 4 de Janeiro de 2011

Bolo de água a ferver

Bolo de água a ferver

Talvez a foto não lhe dê o devido realce, mas este foi seguramente dos bolos a desaparecer lá de casa a uma maior velocidade. A receita é do site do Açúcar RAR. O bolo é muito simples de fazer, e o resultado é excelente. Não deixem de experimentar. Além disso, um bolo de chocolate nunca é demais, não é verdade? Aqui fica:

Usei uma chávena de chá, com 240ml de capacidade
4 ovos
2 chávenas de chá de açúcar Mascavado Claro (usei açúcar amarelo)
2 chávenas de chá farinha
1 chávena de chá de óleo
1 chávena de chá de chocolate em pó
1 chávena de chá de água a ferver
1 colher de chá de fermento em pó
½ chávena de chá de pepitas de chocolate
½ chávena de chá de nozes partidas grosseiramente

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Bater os ovos com o açúcar.
Acrescentar a farinha e o fermento em pó.
De seguida, juntar o óleo e o chocolate em pó.
Quando o forno estiver bem quente, adicionar a água a ferver e bater muito bem.
Deitar metade da massa num tabuleiro untado com margarina e polvilhado com farinha. Polvilhar com as pepitas de chocolate e com as nozes partidas.
Cobrir com o resto da massa e levar ao forno durante cerca de 45 minutos. Testar a cozedura com um palito. Retirar do forno deixar arrefecer e partir em cubos.

Bom apetite!

segunda-feira, 3 de Janeiro de 2011

Lulas com molho de creme de marisco

Lulas com molho de creme de marisco

Tenho ideia que ultimamente tenho trazido muitas receitas doces e poucas salgadas. Talvez por falta de tempo, a cozinha “salgada” lá de casa tem andado mais o vira o disco e toca o mesmo. Mas hoje cá vem uma excepção. Um pratinho de lulas, que tem sempre boa saída lá por casa. Aqui fica:

1Kg de lulas limpas (uso daqueles sacos de lulas congeladas)
1 embalagem de 200/250g de mexilhão
½ pimento vermelho
½ lata de tomate pelado em pedaços
1 cebola pequena
2 dentes de alho
4 ou 5 raminhos de salsa
1 colher de café de pimentão doce
2 colheres de sopa de sopa em pó de creme de marisco
½ copo de vinho branco
Sal e azeite q.b.

Utilizar as lulas e o mexilhão já descongelados. Lavar as lulas e cortá-las em rodelas. Passar o mexilhão por água e reservar.
Num tacho largo colocar a cebola picada, os alhos picados e o pimento cortado em fatias finas. Regar com fio de azeite e deixar refogar. Quando a cebola começar a alourar, juntar o tomate e deixar levantar fervura novamente. Adicionar o mexilhão e deixar cozinhar uns 4 ou 5 minutos. Juntar as lulas. Por cima salpicar o pimentão-doce, os raminhos de salsa e por fim a sopa em pó. Regar com ½ copo de vinho branco e envolver bem. Acertar o tempero do sal. Tapar e deixar cozinhar. Ir acrescentando um pouco de água, conforme o gosto, para controlar a espessura do molho. Deixar cozinhar cerca de 30 minutos. Acompanhei com arroz branco.

Bom apetite!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...