quarta-feira, 29 de Dezembro de 2010

Tarte de maçã

Tarte de maçã

Esta tarte é do livro base da Bimby. Confesso que o aspecto da foto nunca me inspirou especialmente, até a ter experimentado em casa da minha mãe. Ficou a promessa de a repetir em casa e foi o que aconteceu dois dias a seguir. Com excesso de maçãs, e necessidade de as gastar, saíu esta bela tarte que será repetida por muitas e muitas vezes, com toda a certeza. Aqui fica:

6 maçãs (usei 4 grandes)
125g de margarina
1 ovo inteiro + 2 gemas
150g de açúcar
2 colheres e 1/2 de chá de fermento em pó
170g de farinha
10g de Vinho do Porto
1 pitada de sal
Açúcar em pó q.b.

Descascar as maçãs e retirar os caroços. Partir em quartos (eu parti em seis gomos, poruqe as minhas eram realmente grandes) e fatiar cada gomo, não levando o golpe até ao fim. Ou seja, não separar a fatia do gomo. Reservar.
Pré-aquecer o forno a 180.ºC.
No copo colocar o ovo, juntamente com as gemas e o açúcar. Programar 2 min., temp. 37, vel. 2.
De seguida adicionar a margarina e o vinho do Porto e misturar 5 seg., vel. 4.
Juntar por fim a farinha, o fermento e o sal e envolver 6 seg., vel. 6. A massa fica bastante espessa.
Colocar numa forma redonda (eles recomendam de aro amovível, mas eu usei uma “normal” e correu lindamente!) untada com margarina e polvilhada de farinha. Colocar as maçãs por cima da massa, destribuidas de forma uniforme. Calcar ligeiramente as maçãs, sem as afundar na massa. Levar ao forno cerca de 30 minutos. Verificar a cozedura com um palito, retirar, desenformar e deixar arrefecer. Depois de fria, polvilhar abundantemente com açúcar em pó.

Bom apetite!

Tarte de maçã

segunda-feira, 27 de Dezembro de 2010

Bolo rápido de carnes – receita Bimby

Bolo rápido de carnes

Hoje trago uma excelente sugestão, retirada do Forum Bimby, que resulta muito bem e serve perfeitamente para usar alguns restos de carne cozinhada que haja por casa, ou apenas para fazer com carnes frias e enchidos. Muito simples e rápido de fazer para qualquer ocasião. Aqui fica:

Usei uma chávena de chá com capacidade para 250 ml
4 ovos
1 chávena de leite
1/2 chávena de óleo e azeite misturados
2 chávenas de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento em pó
1 pitada de sal
300g de carnes a gosto

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. No copo da Bimby, colocam-se todos os ingredientes, com excepção das carnes e programa-se 30seg., vel.5. Terminado esse tempo, juntam-se as carnes e misturam-se 10seg., vel.3.
Colocar a massa numa forma de bolo inglês, untada com margarina e polvilhada de farinha.
Leva-se ao forno até estar cozida. Não me recordo ao certo do tempo, mas penso que 40 minutos devem chegar!

Bom apetite!

quinta-feira, 23 de Dezembro de 2010

Bolo de limão com coco

Bolo de limão com coco

Hoje trago um bolinho muito simples e rápido de fazer. Ideal para os pouco gulosos, uma vez que fica com um sabor um bocadinho acentuado da acidez do limão. Óptimo para acompanhar o café. Aqui fica:

260g de açúcar
4 ovos
250g de farinha
125g de margarina
1 limão - sumo e raspa da casca
100g de coco ralado
1 iogurte natural
1 colher de chá de fermento
1 pitada de sal

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Untar uma forma com margarina e polvilhar abundantemente com açúcar. Reservar.
Bater muito bem os ovos, juntamente com o açúcar, o sumo e a raspa do limão. Amolecer a margarina no micro-ondas e adicionar ao preparado anterior juntamente com o iogurte e o coco ralado. Por fim adicionar a farinha e o fermento em pó e envolver bem, sem bater.
Colocar a massa na forma e levar ao forno cerca de 40 minutos. Verificar a cozedura com um palito. Desenformar e deixar arrefecer.

Bom apetite!

Bolo de limão com coco

terça-feira, 21 de Dezembro de 2010

Fatias douradas… ou paridas

Fatias douradas... ou paridas

Hoje trago um doce típico de época, apesar de eu não ser pessoalmente apologista de épocas para comer doces. Ora porque é que não hei-de comer fatias douradas em Maio, se bem me apetecer? (Isto é só a minha costela de mau feitio a falar!) Mas pronto, estas foram a pedido, e tinham mesmo que sair. Aqui fica:

1 pão de forma grande, de padaria
1 l de leite
2 cascas de limão
1 pau de canela
5 ovos
óleo, açucar e canela q.b.

Comprar o pão na padaria cerca de 2 ou 3 dias antes de fazer o doce. No próprio dia fatiar o pão, com uma espessura de cerca de 1-1,5cm por fatia. Eliminar os cantos.
Enquanto isso, colocar ao lume o leite com as cascas de limão e o pau de canela. Deixar levantar fervura e apagar. Reservar.
Colocar um recipiente com pelo menos 3 dedos de óleo a aquecer.
Preparar quatro pratos de sopa, para organizar o “processo em cadeia”. No primeiro colocar o leite, já morno. No segundo os ovos batidos. No terceiro papel absorvente. No quarto açúcar e canela (bastante).
Agora é só deitar mão à obra. Quando o óleo estiver quente (não muito quente!) passar fatia a fatia pelo leite. Deixar embeber cerca de 5 segundos dos dois lados. Passar de seguida pelo ovo, também dos dois lados e colocar com cuidado no óleo. Deixar alourar de ambos os lados. Quando estiver no ponto retirar e colocar no papel absorvente (convém ir mudando com regularidade). Depois de bem escorridas passar pelo açúcar e canela, não esquecendo as laterais do pão. Eu fritei duas a duas.

Bom apetite!

Fatias douradas... ou paridas

segunda-feira, 20 de Dezembro de 2010

Queijada da Margarida

Queijada da Margarida

Esta receita provei-a em casa de uma amiga, feita por outra amiga, durante um Workshop de costura, que serve para costurar e muito mais! Muita conversa, muito boa disposição e muita paparoca boa! A queijada é deliciosa, bastante doce, por isso não serve para os menos gulosos! A minha enqueijou um bocadinho no fundo. Tenho dois motivos para isso: o tabuleiro era muito grosso, não era por isso o ideal, e abri a porta do forno muito cedo. Por isso tentem não cometer os mesmos erros que eu e deliciem-se com esta gulodice muito simples de fazer! Obrigada Margarida! Aqui fica:

4 ovos
1l de leite
600g de açúcar
200g de farinha
200g de margarina

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Untar muito bem um tabuleiro com margarina. Bater muito bem os ovos, juntamente com o açúcar, até a mistura começar a ficar esbranquiçada. Amolecer a margarina no microondas e juntar. Bater novamente. Por fim, juntar alternadamente o leite e a farinha. Quando a mistura estiver homogénea, colocar na forma e levar ao forno cerca de 1 hora. Se a queijada começar a corar muito depressa, colocar uma folha de papel de alumínio sobre o tabuleiro. Evitar abrir a porta do forno antes dos 40 minutos. Verificar a cozedura com um palito. Retirar do forno e deixar arrefecer no próprio tabuleiro.

Bom apetite!

quinta-feira, 16 de Dezembro de 2010

Pudim de queijo da ilha

Pudim de queijo da ilha

Hoje trago uma receita diferente. Diferente e passo a explicar porquê. Eu detesto queijo. E detesto detestar queijo. Porque acho que tem uma textura fantástica, um toque excelente, um aspecto formidável… bem, o cheiro dispenso! Só como queijo cozinhado, mas tem que ser dos mais fracos, sem sabor intenso. Por isso, como devem calcular, não toquei neste pudim. Diz quem comeu que tinha um sabor bastante forte, ideal para pessoas que apreciam verdadeiramente a intensidade do sabor do queijo. A receita retirei de uma Teleculinária, num artigo alusivo ao dia dos namorados. Por isso, e para quem quiser arriscar, aqui fica:

500g de açúcar
150g de queijo da ilha ralado
100g de farinha
50g de margarina derretida
5 ovos
2 iogurtes naturais
6 colheres de sopa de caramelo líquido

Pré-aquecer o forno a 180.ºC euntar uma forma com o caramelo. Numa tigela juntar o açúcar, o queijo ralado, a margarina derretida e a farinha. Misturar muito bem. Á parte, bater os ovos juntamente com os iogurtes. Juntar ao preparado anterior e misturar muito bem. Colocar o pudim na forma caramelizada e levar ao forno, em banho-maria, cerca de 50 minutos. Retirar do forno e deixar arrefecer no banho-maria.

Bom apetite!

Pudim de queijo da ilha

quarta-feira, 15 de Dezembro de 2010

Batatas mistas

Batatas mistas... o jantar deles!

Hoje trago uma sugestão de jantar para aqueles dias em que não temos mesmo mais qualquer tipo de inspiração, temos poucos recursos, pouco tempo e pouca vontade! O resultado é excelente e o trabalho pouco. Aqui fica:

5 ou 6 batatas
3 ovos
6 fatias de fiambre
6 fatias de queijo flamengo
Queijo mozarela
Maionese

Descascar e cortar as batatas em cubos. Colocar a cozer num tacho, juntamente com os ovos. Temperar com sal. Enquanto isso, aquecer o forno a 180.ºC e colocar umas nozes de manteiga num tabuleiro de ir ao forno. Partir em pedaços o fiambre e o queijo e reservar. Depois de cozidas, escorrer as batatas e descascar os ovos. Espalhar as batatas pelo tabuleiro. Por cima colocar o fiambre e o queijo de forma uniforme. Partir os ovos em rodelas, colocar no tabuleiro, e barrar maionese sobre eles. Salpicar com queijo mozarela e levar ao forno até dourar.

Bom apetite!

segunda-feira, 13 de Dezembro de 2010

Tarte de feijão com coco

Tarte de feijão com coco

Se me querem ver à beira de um ataque de nervos (salvo seja! Todos os meus problemas fossem estes…) é querer fazer alguma coisa e não ter os ingredientes em casa! Foi o que aconteceu no domingo passado! Escolhi uma receita, o que dá sempre bastante trabalho, porque tenho centenas de receitas para escolher… não tinha fécula de batata!! Escolhi outra… e quando reparei, também levava a bendita fécula de batata! Bem, decidi mudar completamente de rumo e fui para o separador “tartes”. Decidi-me pela tarte de feijão com amêndoa da Luísa Alexandra, que por sua vez já tinha vindo da minha tarte de grão, mas que tinha tão, mas tão bom aspecto que queria experimentar a versão feijão. Bem, lá fui verificar se tinha todos os ingredientes e nova irritação! Faltava-me a quantidade de feijão! Como tinha outra receita de tarte de feijão do blog “Doces Temperos” em lista de espera, decidi fazer um dois em um e o resultado foi fantástico! Combinação ideal! É daqueles doces que, como tentava explicar no outro dia a uma amiga, nos fazem cócegas nas gengivas, se é que me faço entender! Aprovadíssima e para repetir sem dúvida! Eu usei a Bimby, mas faz-se em qualquer lado. Muito simples e rápida de fazer. Aqui fica:

Uma base para tarte de massa folhada
280 g de feijão branco (uma lata pequena)
350g de açúcar
80g de farinha
80g de margarina
5 ovos
100g de coco ralado
Açúcar para polvilhar

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Estender a massa numa tarteira e picar a base com um garfo. Reservar.
Escorrer o feijão da lata e passá-lo por água. Escorrer novamente e transformá-lo em puré. Numa taça juntar o puré de feijão com todos os restantes ingredientes. Bater muito bem, até a massa ficar completamente homogénea. Verter a massa sobre a base da tarte, polvilhar com açúcar e levar ao forno cerca de 35 minutos, ou até estar douradinha.

Bom apetite!

Tarte de feijão com coco

quinta-feira, 9 de Dezembro de 2010

Bolinhos da chuva

Bolinhos da chuva

Esta receita estava na manga desde o ano passado, aguardando a altura certa (e a disponibilidade!) para ser posta em prática. Achei que bolinhos da chuva, só podiam mesmo ser feitos em dias de chuva! E nada melhor que um dia cinzento de Inverno para experimentar! São muito, muito simples de fazer! Entre fazer a massa, fritar e passar por açúcar e canela não demorei mais de 35-40 minutos! E, agora vem a parte mais impressionante para mim, TODA a gente gostou!! É sempre tão difícil agradar a todos (éramos 11), mas esta funcionou! Por isso, escolham uma tarde de chuva e façam!! A receita é da minha amiga do blog “The Merry Muffin”. Apenas fiz uma alteração por falta de um ingrediente. Aqui fica:

(Usei uma chávena de chá com capacidade para 240 ml)
2 ovos
4 colheres de sopa de açúcar
1 chávena de chá de farinha
1 chávena de chá de amido de milho (Maizena)
1 colher de chá de fermento em pó
2 colheres de sopa de cachaça
½ chávena de chá de leite de coco (usei leite de vaca)
1 colher de café de canela em pó
Açúcar e canela para envolver

Colocar todos os ingredientes numa taça e bater muito bem. Levar ao lume um recipiente com óleo e aquecer (o óleo não deve estar muito quente). Colocar colheradas de massa no óleo e deixar fritar até estarem dourados. Retirar, passar por papel absorvente, e, ainda quentes, passar por abundante açúcar e canela. Comer… muitos!

Bom apetite!

terça-feira, 7 de Dezembro de 2010

Pão com chocolate

Pão com chocolate

Hoje trago uma receita de pão, que retirei do blog “Sete Pecados”. Um blog que descobri recentemente, completamente inspirador. Este pão fica muito macio é ideal acabadinho de fazer, para aqueles lanches de dias de chuva, acompanhado de uma boa bebida quente, enroladinhos numa manta em cima do sofá… é tão bom sonhar! É que eu nunca consigo fazer isso!!! Mas não deixa de ser ideal para essas alturas!! Aqui fica:

300ml de leite (menos a quantidade de ovo batido)
1 ovo
80g de manteiga derretida (usei margarina)
1 colher de café de sal
100g de açúcar
500g de farinha de trigo
2 colheres chá de fermento de padeiro (usei uma saqueta Fermipan)
1 tablete de chocolate de leite cortada em pedaços pequenos

Num copo medida colocar um ovo e bater ligeiramente com um garfo. Completar até aos 300ml com leite. Amolecer a manteiga no microondas. Colocar todos os ingredientes na cuba da máquina de fazer pão, pela ordem indicada, com excepção do chocolate.
Seleccionar o programa Pão Doce. Quando a máquina apitar, colocar os pedaços de chocolate. Quando terminar o programa retirar o pão e deixar arrefecer em cima de uma grelha.
Pode-se sempre optar por amassar a massa na máquina e fazer o pão no forno. Pode até ficar melhor, mas por uma questão prática, opto por fazer sempre na máquina.

Bom apetite!

Pão com chocolate

segunda-feira, 6 de Dezembro de 2010

Bolinhos de aveia, sésamo e passas

Bolinhos de aveia, sésamo e passas

Ultimamente ando muito voltada para os biscoitos de aveia. Não sei bem porquê! Talvez porque não sinta a consciência tão pesada ou talvez porque gosto e nada mais. Estes ficam pouco doces (na minha opinião, claro está!) e comem-se muito bem com uma boa chávena de chá. A receita retirei do muito simpático blog da Pantagruela, que não precisa de apresentações! Aqui fica, com algumas alterações:

(Usei uma chávena de chá com 240 ml de capacidade)
2 chávenas de chá de flocos de aveia
1 chávena de chá de açúcar
1 chávena de chá de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento em pó
½ chávena de chá de manteiga sem sal
2 ovos
¾ de chávena de chá de passas (ou outro fruto seco)

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Numa taça misturar a aveia, o açúcar, a farinha e o fermento. Amolecer a manteiga no microondas e juntar aos ingredientes secos, juntamente com os ovos. Trabalhar a massa até estar tudo bem misturado, de uma forma uniforme. Acrescentar as passas e envolver. Com duas colheres de sobremesa, formar pequenos bolinhos e colocar num tabuleiro forrado com tapete anti-aderente. Levar ao forno cerca de 25 minutos. Retirar e aguardar cerca de 5 minutos antes de colocar os biscoitos numa rede para arrefecerem por completo. Depois de frios guardar em recipiente hermético.

Bom apetite!

Bolinhos de aveia, sésamo e passas

sexta-feira, 3 de Dezembro de 2010

Bolo algarvio – receita Bimby e tradicional

Bolo algarvio

Quanto a mim, um dos defeitos do livro base da Bimby (do antigo) é a falta de ilustrações. Há receitas deliciosas que nos passam completamente despercebidas. É o caso deste bolo. Se não tivesse provado em casa de uns amigos e perguntado o que era, nunca teria olhado para ele duas vezes. É um bolo muito macio e com o delicioso toque algarvio da amêndoa. Fica um bolo pequeno, mas que compensa e muito ser feito! Como uma senhora brasileira me pediu a receita, de forma tradicional, e eu nunca experimentei fazer, tomei a liberdade de pesquisar e encontrei no blog “No soup for you”, a versão da Gasparzinha, a quem eu desde já agradeço e muito todas as sugestões fantásticas que sempre nos disponibiliza. Eu fiz a versão simples, mas pode ser coberto com ovos-moles, o que ainda o torna mais rico… e calórico! Aqui fica:

250g de miolo de amêndoa
5 ovos
200g de açúcar

Versão Bimby:
Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Untar muito bem e polvilhar uma forma redonda.
Como copo da Bimby completamente seco, pulverizar a amêndoa 20seg., vel 9. Reservar.
Colocar a borboleta na lâmina. Juntar o açúcar e os ovos e programar 5 min., temp. 37, vel. 3.
Ao fim desse tempo, programar novamente mais 5 min., vel. 3, mas sem temperatura. Quando faltarem 30 seg. para terminar o tempo, acrescentar a amêndoa pelo bucal.
Colocar a massa na forma e levar ao forno cerca de 30-35 minutos.

Versão tradicional – Integralmente passada do “No soup for you” – obrigada!
Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte com manteiga e polvilhe de farinha uma forma redonda de coroa.
Triture a amêndoa na picadora e reserve. Bata o açúcar com as gemas durante 4 minutos, até obter um creme bem mais volumoso e espumoso.
À parte, bata as claras em castelo com uma pitada de sal.
Adicione a amêndoa às gemas e depois envolva cuidadosamente as claras em castelo.
Deite a massa na forma e leve a cozer no forno durante aproximadamente 30 min.

Bom apetite!

Bolo algarvio - receita do livro base Bimby

quarta-feira, 1 de Dezembro de 2010

Bolo de laranja




Desta vez a receita veio da escola da filhota mais nova. Volta não volta lá fazem algum bolinho ou outra especialidade, normalmente quando são os próprios miúdos a levar, por iniciativa própria, um dos ingredientes. Desta vez havia laranjas e saiu um belo bolinho de laranja. Gosto sempre de fazer com ela as receitas que vêem da escola. É uma maneira de passarmos mais um tempinho juntas e de por a conversa em dia. Claro está, que no fim, e na opinião dela, o da escola estava muito melhor! É que não tinha aquela parte de “marmelada” (leia-se a parte molhadinha do bolo com sumo de laranja!), o que, para a Maria Picuinhas, foi o suficiente para arruinar o bolo. Da parte “seca” gostou bastante! Quanto aos restantes gostamos muito de tudo! Obrigada pela receitinha Sra. D. Educadora, que às vezes anda por aqui! Aqui fica:

(Usei uma chávena de chá com capacidade para 240 ml)
2 copos de açúcar
150g de margarina
4 ovos
1 copo de leite
3 copos de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento em pó
2 laranjas grandes

Bolo de laranja

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Untar uma forma grande, de buraco, com margarina e polvilhar com farinha. Reservar.
Separar as gemas das claras. Bater as claras em castelo e reservar. Numa taça bater a margarina amolecida no microondas juntamente com o açúcar até ficar com uma consistência cremosa. Acrescenta-se de seguida o leite e mistura-se bem. Junta-se a farinha e o fermento e bate-se muito bem até a massa começar a fazer “bolhas”. Adicionar as claras batidas em castelo e envolver delicadamente com uma colher, mexendo de baixo para cima. Coloca-se a massa na forma e leva-se ao forno cerca de 50 minutos. Verificar a cozedura, retirar e desenformar. Picar o bolo, ainda quente, com um garfo e regar com o sumo das duas laranjas previamente espremidas.

Bom apetite!

Bolo de laranja
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...