quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010

Folhado de legumes com bacon

Folhado de legumes com bacon

Para uma entrada ou para completar um daqueles lanches ajantarados com amigos ou família, esta é sem dúvida uma boa solução. Resulta muito bem e o recheio pode variar consoante o que houver no frigorífico ou na dispensa. Não se pode abusar da quantidade de recheio, para a massa folhada não ficar molhada e empapada. Aqui fica:

1 courgette pequena partida em rodelas finas
1 cenoura ralada
8 cogumelos frescos fatiados
1 alho francês partido em rodelas finas
½ pedaço de bacon partido em cubinhos pequenos
2 dentes de alho
2 ovos cozidos
1 gema de ovo
1 placa de massa folhada (uso uma das placas das embalagens do Pingo Doce)

Folhado de legumes com bacon

Lavar muito bem todos os legumes e escorrer. Numa frigideira, colocar uma colher de sobremesa de azeite juntar o bacon e levar a saltear. Juntar o alho. Quando este começar a alourar, adicionar os cogumelos. Deixar saltear. Juntar todos os restantes legumes e temperar a gosto (eu só usei sal). Deixar cozinhar cerca de 4 a 5 minutos. Enquanto isso esticar a placa de massa folhada, de maneira a formar um rectângulo ou quadrado grande. Deixar arrefecer os legumes, e, depois de frios, despeja-los no centro e ao comprimento da massa folhada. Colocar as rodelas do ovo cozido por cima e fechar a massa, “colando-a” com um pouco de água morna. Pincelar com a gema de ovo batida com um pouquinho de leite. Levar a forno pré-aquecido a 180.ºC até a massa estar pronta.

Folhado de legumes com bacon

Bom apetite!

terça-feira, 23 de Fevereiro de 2010

Tarte com cobertura de crumble de pêra

Tarte com crumble de maçã e pêra

Eu sou completamente fã de sobremesas com crumble. Gosto. Gosto mesmo muito. Esta receita veio directinha de um blog espanhol que costumo seguir “Pan de lata”. Para mim (e fiz antes de começar a dieta, atenção!!!!) estava fantástico. Muito bom mesmo. E muito simples também. Receita, sem dúvida, para repetir as vezes que forem precisas. Aqui fica:

Para a base
3 ovos
1 iogurte natural
1 medida de iogurte de azeite ou óleo
2 medidas de iogurte de açúcar
3 medidas de iogurte de farinha
1 colher de chá de fermento em pó
Raspa de limão

Para o crumble
50g de margarina fria
100g de farinha
50g de açúcar

2 ou 3 pêras partidas em cubinhos pequenos

Tarte com crumble de maçã e pêra

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Untar uma forma (de preferência onde será servido) com margarina e polvilhar com um pouco de farinha.
Misturar todos os ingredientes húmidos de forma uniforme. Adicionar todos os secos e misturar. Colocar a massa na forma untada. Por cima da massa distribuir os cubos de pêra.
Noutra taça misturar com as mãos todos os ingredientes do crumble até a massa parecer areia grossa. Colocar sobre a pêra e levar ao forno cerca de 35-40 minutos.

Eu adaptei a receita à Bimby… não me lembro ao certo como, mas é muito simples…

Bom apetite!

segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2010

Doce de abóbora básico - receita Bimby

Doce de abóbora - Bimby

Descobri cedo a facilidade com que a Bimby faz uns docinhos caseiros deliciosos. A facilidade e a velocidade… sem preocupações. Hoje trago a minha primeira experiência com doces na Bimby, mas desde aí tenho alargado as variedades e dado largas à imaginação. O processo é sempre o mesmo. E resulta. Por outro lado, já “ouvi reclamações” da pouca durabilidade dos doces confeccionados na Bimby, uma vez que não fervem tempo suficiente. Nunca consegui comprovar esta “falha”, uma vez que lá por casa os doces vão desaparecendo relativamente depressa, quer para consumo próprio, quer para ir oferecendo.

Em relação a acrescentar “coisas duras” (leia-se nozes, amêndoas, etc…) aos doces, também não costumo usar, uma vez que a minha filhota mais velha leva fatias de pão integral com doce para a escola e se encontrasse “ossos” no pão era capaz de ficar sem lanchar. Já agora aproveito para deixar a curiosidade. Houve outras crianças, no 1.º ciclo, que se riram pelo facto da J. levar esse lanche para a escola. Infelizmente o que prolifera são os pães embalados com chocolates e similares. É pena que os pais não tomem consciência de uma vez por todas, da importância de uma alimentação saudável e equilibrada nos primeiros anos de vida. É a plataforma para uma vida mais saudável no futuro. Eu expliquei-lhe e felizmente ela percebeu sem dramas que só tinha vantagens em “ser diferente”, nesse aspecto, claro! Eu também cometo as minhas loucuras com elas, mas no que se pode evitar, penso sinceramente que se deve evitar. Eu ainda hoje “sofro” por ter tidos excessos alimentares na infância e não quero que elas passem por isso…

Bem, mas aqui fica o doce de abóbora básico:

700g de abóbora (já descascada e limpa)
150g de açúcar amarelo
150g de açúcar branco
Sumo de ½ laranja
1 pau de canela

No copo da Bimby colocar a abóbora e os açucares. Programar 15 seg., vel. 6 – isto dependerá da consistência com que cada um gosta dos doces. Acrescentar o sumo da laranja e o pau de canela. Programar 30 min., vel. 2, temp. 100.

Quando estiver pronto distribuir por frascos estirilizados (costumo fervê-los, enquanto faço o doce, cerca de 10 min.) e deixar arrefecer com a tampa voltada para baixo.

Bom apetite!

quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2010

On a diet… Jardim do mexilhão

Jardim do mexilhão...

Ora aqui fica mais uma das minhas sugestões para um jantar de dieta. Este foi feito no wok. Uma das vantagens de se usar um wok para cozinhar é o facto de se usar muito pouca gordura. Além disso, podemos cozinhar pouco os alimentos, o que lhes permite manter a textura e cores originais. E como os olhos também comem… antes os olhos do que a boca!! Aqui fica:

½ embalagem de mexilhão congelado (usei do Pingo Doce)
3 delícias do mar
¼ pimento vermelho
1 tomate
1/3 de couve coração
1 cebola
6 ou 7 cogumelos frescos laminados

Num wok, colocar uma colher de sopa de azeite. Colocar ao lume com a cebola partida em fatias grossas e os cogumelos. Deixar levantar fervura. Juntar o mexilhão (que deve estar descongelado) e os pimentos. Envolver e deixar cozinhar em lume baixo cerca de 5 minutos. Juntar a couve e envolver. Temperar com um pouco de sal. Deixar mais uns 3 minutos. Desligar o lume e colocar o tamate partido em pedaços e as delícias do mar cortadas em rodelas finas. Envolver e fica pronto a comer!

Bom apetite!

quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2010

Salsichas no forno

Um jantar deles...

Este foi um daqueles verdadeiros jantares de “desenrasca”. Tinha um bolo para fazer, tinha o meu jantar de dieta para fazer e tinha-me esquecido de tirar jantar de manhã. Inspirada numas salsichas que tinha visto no blog “As minhas Receitas”, mas sem poder fazer igual, por causa das miúdas e do sabor intenso da mostarda, adaptei e saiu um jantar rapidinho. Afinal tudo em feito em simultâneo e com sucesso garantido na mesa! Muito simples. Aqui fica:

1 frasco de salsichas de cachorro – tem seis
6 fatias de fiambre
6 fatias de queijo flamengo
Mostarda q.b.
Queijo mozarella ralado q.b.

Num prato (ou onde quiserem) colocar uma fatia de fiambre. No centro uma fatia de queijo flamengo. Barrar com mostarda. Colocar a salsicha e enrolar. Repetir a mesma coisa com as restantes salsichas. Juntá-las num recipiente de ir ao forno, de forma a que não desenrolem e cobrir de forma abundante com queijo mozarella ralado. Levar a forno quente cerca de 20 minutos ou até o queijo derreter e gratinar.

Bom apetite!

sexta-feira, 12 de Fevereiro de 2010

Brigadeiros de amêndoa – receita bimby

Brigadeiros de amêndoa

Ora aqui fica uma variante aos brigadeiros de chocolate. Quanto a mim, iguais ou melhores. Mas isso já depende do gosto e paladar de cada pessoa. Aqui fica:

120g de amêndoa em pó
1 lata de leite condensado
30 gr margarina

Brigadeiros de amêndoa

Com o copo da Bimby completamente seco pulverizar as amêndoas vel. 5-7-9. Juntar a margarina partida em pedaços e o leite condensado. Programar 12 min., temp. varoma, vel. 3. Retirar para um recipiente untado com óleo e deixar arrefecer (o processo é francamente mais rápido se colocarmos no frigorífico). Depois de frio, fazer bolinhas com as mãos ligeiramente untadas, e passar por açúcar branco. Colocar em forminhas de papel e colocar pedacinhos de amêndoa para decorar (facultativo).

Bom apetite!

Brigadeiros de amêndoa e chocolate

quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2010

On a diet… e uma sugestão de sobremesa

Bolacha de arroz com maçã, canela e passas

Os mais atentos, ou aqueles que também me acompanham através do Flickr, já repararam, que mais uma vez (a milionésima, provavelmente) iniciei um período de dieta. Continuo a cozinhar “normalmente” para a restante família, mas para mim as coisas têm estado diferentes. Gosto tanto de cozinhar, como gosto de comer… é uma combinação explosiva, o que faz com que agora me obrigue a mim própria a perder 15kg. Tem que ser. Custe o que custar. Com altos e baixos, com deslizes ou sem eles, vai ter que ser.

Uma das coisas que noto quando estou a fazer dieta é a falta de mastigar, i.e., todos os alimentos mais saudáveis se desfazem na boca à primeira mastigadela. São muito aguados. Sinto falta de uma boa fatia de pão cheia de manteiga, de uma bela feijoada, de uma boa fatia de bolo… daquelas coisas que se enrolam na boca e nos permitem desfrutar do seu sabor durante mais tempo. Para mim, um dos maiores desafios de uma dieta é tentar ter prazer em comer aquilo que nos é permitido comer. Por isso, e a partir de agora, aparecerão por aqui algumas sugestões, mais do que receitas, de como dar a volta a alguns alimentos para não parecerem tão… nem sei como lhes hei-de chamar! Por isso aqui fica a minha primeira sugestão para uma sobremesa ou um snack a meio da tarde:

(Todas as minhas receitas “on a diet” são para uma pessoa. No máximo servirão duas refeições individuais)

1 maçã
2 bolachas de arroz
8 a 10 passas amarelas
Canela em pó q.b.
1 laranja pequena

Partir a maçã em quadrados pequenos para um tacho pequeno. Retirar a casca da laranja (depois de lavada) e juntar à maçã. Regar com o sumo da laranja e levar a cozer cerca de 5 minutos. Não deixar espapaçar. Retirar do lume e deixar arrefecer por completo. Depois de frio, colocar a mação sobre as bolachas de arroz e salpicar com as passas e canela em pó.

Bom apetite!

terça-feira, 9 de Fevereiro de 2010

Brigadeiros de chocolate – receita bimby

Brigadeiro de chocolate

Percebi há relativamente pouco tempo a facilidade extraordinária com que é possível fazer brigadeiros na Bimby. E o mais engraçado ainda… brigadeiros de tudo e mais alguma coisa! Mas vamos começar pelo princípio e hoje trago os célebres e tradicionais brigadeiros de chocolate. Aqui fica:

2 colheres de sopa de chocolate em pó
1 lata de leite condensado
30 gr margarina

Deitar para o copo a margarina partida em pedacinhos, o leite condensado e as 2 colheres de chocolate em pó.

Programar 12 min., temp. varoma, vel. 3.

Retirar para um recipiente untado com óleo e deixar arrefecer (o processo é francamente mais rápido se colocarmos no frigorífico). Depois de frio, fazer bolinhas com as mãos ligeiramente untadas, e passar por rolinhos de chocolate. Colocar em forminhas de papel.

Bom apetite!

segunda-feira, 8 de Fevereiro de 2010

Tarte de batata-doce com amêndoa – receita Bimby

Tarte de batata doce

Bem, como é que eu hei-de dizer isto… esta é sem dúvida, e segundo as palavras do meu marido, “uma das melhores coisinhas” que fiz nos últimos tempos. E por acaso até penso que ele terá razão. Esta tarte é deliciosa. Mesmo. Já foi repetida várias vezes e sempre que faço outra coisa lá tenho que ouvir “não percebo porque é que não fizeste a tarte de batata-doce…”
A receita vem directinha do fórum bimby. Por isso, aqui fica:

500g de batata doce depois de descascada
400g de açúcar
250g de amêndoa
6 ovos
100g de margarina
raspa de limão (não costumo usar)
1 colh. de cha de canela

Com o copo da Bimby seco, triturar as amêndoas na vel. 5-7-9. Verificar se a amêndoa ficou em “pó”. Reservar.

Cozer a batata-doce partida em pedaços (eu cozi num tacho, no fogão), escorrer e triturar, na vel. 4, cerca de 1 min., até ficar em puré. Reservar.

Colocar a borboleta no copo. Juntar os ovos com o açúcar e a margarina. Bater durante 4 min., temp. 37, vel. 3. Quando o tempo acabar programar mais 4 min., vel. 3. Retirar a borboleta.

Juntar a batata, a amêndoa, a canela e raspa de limão (opcional). Bater alguns segundos até estar tudo envolvido na vel. 4 ou 5.

Untar e polvilhar uma tarteira e levar a forno pré aquecido (180.ºC) cerca de 35/40 minutos.

Depois de fria, polvilhar com açúcar em pó. Costumo levar ao forno no recipiente onde a sirvo. Nunca experimentei desenformar…

Bom apetite!

Tarte de batata doce

sexta-feira, 5 de Fevereiro de 2010

Ainda para acompanhar o lombo… batata-doce

Para acompanhar o lombo...

Tal como prometido aqui ficam as batatas que também fiz para acompanhar o lombo de porco com laranja e alecrim. Não tem nada que saber… aqui fica:

Para as batatas:
3 batatas-doces grandes
Pimentão doce q.b.
1 chouriço de carne
1 farinheira
Azeite q.b.

Descascar e lavar muito bem as batatas. Cortar em rodelas finas (menores que 1/2cm). Dispô-las de forma uniforme num tabuleiro que possa ir ao forno untado previamente com azeite. Polvilhar com pimentão-doce. Cortar o chouriço em rodelas, mas de forma a não partir o chouriço, i.e., não levar o corte até ao fim. Picar a farinheira com um garfo. Colocar o chouriço e a farinheira por cima das batatas, pois desta forma as batatas vão assar também nesta gordura. Levar a assar cerca de 30 minutos.

Bom apetite!

quarta-feira, 3 de Fevereiro de 2010

Arroz na panela de pressão

Para acompanhar o lombo...

Eu e a Bimby nunca nos entendemos no que diz respeito ao arroz. Aliás, só fiz uma vez e jurei para nunca mais. Tenho que começar por explicar que o meu marido é a pessoa mais esquisita que conheço no campo do arroz. Só algumas marcas, a cozedura no ponto e por aí fora. Como o arroz da Bimby foi quase todo deitado fora, o que me faz doer a alma, nunca mais experimentei, para não arriscar novamente o desperdício. Principalmente quando se recebe alguém em casa e se quer servir arroz de acompanhamento, a “coisa” tem que sair bem. Esta receita deu-me a minha irmã já há alguns anos, e desde então, quando quero fazer arroz para várias pessoas, uso-a, porque sai sempre bem, e o arroz fica sempre com boa apresentação, mesmo que tenha que esperar para ser servido.

Juntamente com o arroz, fiz um tabuleiro de batata-doce com chouriço e farinheira para acompanhar o lombo de porco com laranja e alecrim que já publiquei anteriormente. Mas essa, que não tem nada que saber, fica para outro dia! Aqui fica o arroz:

Para o arroz:
Arroz q.b. (depende do número de pessoas)
Água – o dobro da quantidade de arroz
3 dentes de alho
½ cebola pequena
3 folhas de louro
Sal e azeite q.b.

Colocar a água a aquecer até começar a ferver (eu uso um jarro eléctrico). Na panela de pressão colocar o alho e a cebola picados e as folhas de louro. Regar com azeite de forma generosa. Acender o lume e deixar alourar. Juntar o arroz e deixar fritar. Quando o arroz começar a ficar translúcido, juntar um pouco de água a ferver para o soltar do fundo da panela. Juntar a restante água e temperar com sal. Mexer e fechar a panela de pressão. Quando começar a ferver (a “apitar”) baixar o lume para o mínimo e deixar cozinhar 5 minutos (se for muito arroz – mais de 6 pessoas) aumentar o tempo para 7 minutos). Ao fim desse tempo desligar o lume e esperar 2 minutos para retirar o vapor. Fica pronto a servir.

Bom apetite!

segunda-feira, 1 de Fevereiro de 2010

Biscoitos de canela – receita Bimby

Bolinhos de canela

Muito ao estilo das areias, estes biscoitos já inundam a blogosfera culinária. E percebe-se porquê. São muito bons, muito simples e muito rápidos de fazer. Para quem tem Bimby em 20 minutos tem bolos para o lanche. Rende cerca de 30 bolinhos. Aqui fica:

125g de margarina
1 ovo
100g de açúcar
300g de farinha
canela em pó q.b.

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Colocar todos os ingredientes no copo, com excepção da canela. Programar 30 segs., na vel. 6. Formar bolinhas com as mãos, passando-as depois pela canela. Colocam-se as bolinhas num tabuleiro e vão ao forno cerca de 15 a 20 minutos. Retirar e deixar arrefecer sobre uma rede.

Bom apetite!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...