sexta-feira, 29 de Janeiro de 2010

Lombo de porco com laranja e alecrim

Lombo de porco com laranja e alecrim

Bem, esta é de almoço de fim-de-semana. Demora mais tempo, deve-se temperar de véspera… enfim, nem todas podem ser rápidas! Este lombo de porco, serviu de despedida às minhas loucuras, antes de iniciar a minha milionésima dieta. Mas continuo a cozinhar “normalmente”, porque já me chega ficar sem o prazer de comer, não me tirem também o de cozinhar! Bem, mas vamos ao que interessa.

1 lombo de porco
1 laranja muito sumarenta
1 limão
1 raminho de alecrim
5 dentes de alho
1 cálice de vinho do Porto
1 cálice de vinho branco
Sal e pimentão-doce q.b.

De véspera temperar o lombo com o sumo de laranja, o alecrim (soltar as folhinhas), os dentes de alho, cortados em rodelas o sal e o pimentão-doce. Deixar a marinar. No dia seguinte, levar o lombo ao forno, no mesmo recipiente onde foi temperado. Misturar num copo, o sumo de limão, o vinho do Porto e o vinho branco. Quando começar a mostrar sinais de estar a ficar cozinhado, regar com a mistura anterior. Repetir a “operação” e ir virando o lombo de cada vez que isso acontece. Cortar em fatias finas e servir. Os acompanhamentos virão nos próximos "artigos".

Bom apetite!

quarta-feira, 27 de Janeiro de 2010

Salada de ovas

Salada de ovas

Para mim não existem comidas de Verão ou comidas de Inverno. Como o que quero quando me apetece e a única coisa que me limita são mesmo os alimentos sazonais. Aí, não temos hipótese, não é? Mas tanto posso comer uma bela salada num dia frio de Inverno, como um bom prato de feijoada num dia quente de Verão. Hoje não trago nenhuma novidade. Apenas uma sugestão. Muito simples, mas não do agrado de todos, aqui fica a sugestão:

Ovas de bacalhau (usei 3 médias)
1 cebola média
½ pimento vermelho
Azeite q.b.

Colocar as ovas a cozer em água com sal (cerca de 20 minutos). Enquanto isso, picar finamente a cebola e o pimento. Regar com bastante azeite e envolver. Quando as ovas estiverem cozidas, escorrê-las bem e cortar em rodelas finas com uma faca de serrilha para não se desfazerem. Envolver delicadamente na mistura anterior e regar novamente com azeite.

Bom apetite!

segunda-feira, 25 de Janeiro de 2010

Bolo de chocolate – receita Bimby

Bolo de chocolate

Receitas de bolo de chocolate nunca são demais. Aliás, nunca as deixo de experimentar. Sou chocólatra assumida e penso que a minha filha mais nova me seguirá os passos com toda a dedicação!! Este bolo de chocolate foi uma excelente surpresa. Impossível maior simplicidade e rapidez de execução. A receita original (e igualzinha à que fiz) é do magnífico blog Sabores de Canela. Não mudei nada, e ainda bem, porque fica excelente! Aqui fica:

4 ovos
200 g de chocolate negro (barra)
200 g de farinha
180 g de manteiga (usei margarina)
160 g de açucar
1 colher de chá de fermento
Pepitas de chocolate (pus um resto de um frasco que tinha em casa)

Para a cobertura
1 pacote de natas
200g de chocolate 70% cacau (barra)

Bolo

Deitar a manteiga no copo e juntar o chocolate partido em pedaços. Programar 6 minutos, temperatura 50 , velocidade 1. Encaixar a borboleta nas lâminas, adicionar os ovos e o açúcar. Marcar 5 minutos, temperatura 37, velocidade 3 e 1/2. Retirar a borboleta, juntar a farinha e o fermento e envolver alguns segundos na velocidade 4. Deitar as pepitas e envolver na velocidade 2 e ½.Levar ao forno a 180º e testar a cozedura com um palito. Eu cozi numa forma baixa, sem buraco e cozeu cerca de 25/30minutos.

Cobertura

Aquecer as natas programando 4 minutos, temperatura 70º, velocidade 1.Juntar o chocolate em pedaços, esperar 1 minuto e marcar 2 minutos, temperatura 37º, velocidade 4.

Desenformar o bolo e cobri-lo. A cobertura deve solidificar.

Bom apetite!

Bolo de chocolate

quinta-feira, 21 de Janeiro de 2010

Encharcado de côco

Encharcado de côco

Este bolo talvez seja bastante parecido com o bolo dos 3 leites que coloquei recentemente, mas tem o toque tropicalíssimo do côco. Na minha opinião fica muitíssimo bom. Encharcado q.b. e não me pareceu nada enjoativo. Eu fi-lo agora em Janeiro, mas a autora da receita, aconselha a servir o bolo muito fresco. Eu servi-o fresco, e mesmo com o frio que se fazia sentir, gostámos bastante! Afinal… o café estava quente. A receita original é do blog da Nô. Não deixem de ir espreitar! Aqui fica:

Bolo
4 ovos
2 chávenas de chá de açúcar
2 chávenas de chá de farinha de trigo
1 colher de sopa rasa de fermento em pó
1 chávena de chá de leite a ferver

Bater as claras em castelo. Juntar as gemas uma a uma e bater na velocidade mínima. Juntar o açúcar e bater até formar pequenas bolhas. Adicionar a farinha de trigo, o fermento e o leite intercalado com a farinha.Colocar num tabuleiro grande, untado e polvilhado. Levar ao forno pré-aquecido a 180º cerca de 35 minutos.

Calda:
(a medida é a lata de leite condensado)
1 lata de leite condensado
1 lata de leite de vaca
1 lata de leite de côco

Misturar todos os ingredientes muito bem. Assim que o bolo sair do forno, cortar em quadrados e regar com a calda.

Cobertura:
150g de côco ralado

Polvilhar o côco ralado sobre o bolo com a calda. Levar ao frigorífico de um dia para o outro.

Bom apetite!

Encharcado de côco

terça-feira, 19 de Janeiro de 2010

Frango com farinheira no forno

Frango com farinheira no forno

Como já devem ter percebido sou fã de farinheira. Cozida, assada, no forno, na grelha… gosto de farinheira e pronto. Tinha um frango para fazer para o jantar e andei todo o dia a pensar que volta é que lhe ia dar. Tinha que ser um jantar rápido, daqueles que se fazem “sozinhos”, e principalmente que não trouxesse grandes “dramas” à mesa. Então surgiu a ideia do frango com farinheira… muito simples e rápido de preparar.

1 frango limpo e cortado em pedaços
1 farinheira
Sumo de ½ limão
Azeite q.b.

Colocar um tacho com água ao lume para cozer a farinheira. Picar a farinheira com um garfo e colocá-la dentro de água. Enquanto isso, colocar o frango num tabuleiro que possa ir ao forno, regá-lo com o sumo de limão, um pouco de sal (cuidado que a farinheira vai dar muito tempero) e azeite. Retirar a farinheira da água (reservar a água para cozer arroz, por ex.), cortar a pele e retirar todo o recheio. Espalhar o recheio sobre o frango e levar ao forno cerca de ½ hora. Quando a farinheira estiver tostadinha, o frango estará pronto. Acompanhei com arroz branco, cozido na água de cozer a farinheira.

Bom apetite!

sexta-feira, 15 de Janeiro de 2010

Queijo camembert gratinado

Queijo camembert gratinado

Esta foi uma sugestão dada pela minha amiga F., uma cozinheira de mão cheia, sempre disponível e pronta para ajudar. Não tem complicações, e para os apreciadores de queijo, pode ser uma entrada fantástica! Aqui fica:

1 queijo camembert
Azeite q.b.
Orégãos secos (ou ervas aromáticas)
Azeitonas pretas

Dar uns golpes no queijo de forma a cortar a superfície mais dura e deixar o interior visível. Salpicar o queijo com orégãos e azeitonas e regar com azeite. Levar ao forno cerca de 30 minutos. Servir com tostas.

Bom apetite!

quarta-feira, 13 de Janeiro de 2010

Bolo dos 3 leites

Bolo dos 3 leites

O prometido é devido e lá salta mais uma receita do Mesa para 4. Esta é daquelas que não tem como correr mal! Além de não poder correr mal, é impossível não gostar. É um bolo fresco, feito em 3 fases, mas muito simples, e irresistivelmente delicioso!! Tem ainda uma grande vantagem… pode-se fazer de véspera, que fica ainda melhor, uma vez que deve ser servido frio. Obrigada pela sugestão! Aqui fica:

Bolo
100g de margarina
5 ovos
1 chávena de chá de açúcar
1 chávena e 1/2 de chá de farinha
1 colher de chá de fermento em pó
1 colher de café de aroma de baunilha

Bater a margarina com o açúcar até obter um creme fôfo e esbranquiçado, adicionar os ovos um a um e a baunilha, bater bem. Misturar a farinha com o fermento e adicionar ao preparado de ovos, envolver. Deitar num pirex (usei um “normal” rectangular, de ir ao forno) untado com margarina e levar ao forno pré-aquecido a 180ºC, durante cerca de 30 minutos. Deixar arrefecer.

Calda
1 chávena de leite Evaporado
1 chávena de leite Gordo
1 lata de leite Condensado

Misturar bem os três leites.

Bolo dos 3 leites

Picar todo o bolo (usei um pauzinho chinês – esta é uma excelente dica – e não tenham medo de furar muito bem o bolo) e deitar a mistura dos leites por todo o bolo. Tapar com película aderente e levar ao frigorifico, até tudo estar bem absorvido.

Cobertura
400 ml de Natas
4 colheres de sobremesa de Açúcar em pó

Bater as natas que devem estar bem frias até estarem consistentes, adicionar o açúcar e bater mais um pouco. Distribuir por cima do bolo e decorar a gosto.

Bom apetite!

Bolo dos 3 leites

segunda-feira, 11 de Janeiro de 2010

Dióspiros para sobremesa

Diospiros com nozes, mel e canela

Aproveitando uma sugestão do novo livro de receitas do Pingo Doce, resolvi salpicar os meus dióspiros de condimentos. Eu adoro dióspiros. Deve ser mesmo a minha fruta preferida… a seguir aos morangos! Esta é apenas uma maneira diferente de comer dióspiros. Fica pronto em, literalmente, 30 segundos. Em relação à receita original só acrescentei o mel. Aqui fica a sugestão:

Para 1 pessoa (depois é só multiplicar pelo n.º de pessoas a quem queiram servir)
1 Dióspiro
Canela a gosto
Mel a gosto
4 ou 5 nozes partidas com as mãos

Descascar o dióspiro e parti-lo ao meio ou em pedaços pequenos. Desfazer as nozes para cima dos pedaços, regar com um fio de mel e salpicar de canela.

Bom apetite!

domingo, 10 de Janeiro de 2010

Puré de batata - receita bimby

Puré de batata - Bimby

Quando o meu marido me ofereceu a Bimby, fiquei um bocadinho apreensiva em relação ao uso que lhe daria. O que é facto é que desde essa altura tenho alguns hábitos na cozinha que mudaram para sempre. Em relação aos pratos salgados, salvo raras excepções, como é hoje o caso, a Bimby ainda não me convenceu. Falta-me pôr a colher de pau no tacho, envolver, sentir os aromas, perceber o que falta, acrescentar pitada disto ou daquilo… enfim, nos salgados a Bimby tira-me o prazer de cozinhar. E muito sinceramente acho que fica tudo meio sem graça… o mal é meu ou dela! Ainda não consegui perceber. Em relação aos doces, a conversa já é outra! Acho-a imbatível, prática e versátil!! Mas hoje trago um dos hábitos que mudaram para sempre lá em casa. O puré de batata. Não se pode dizer que seja muito rápido de fazer, mas sem dúvida que compensa. Tinha por hábito usar o congelado do Pingo Doce, para mim o melhor do mercado, mas este fica francamente melhor! A receita é do livro base. Aqui fica:

1000g de batatas descascadas, lavadas e partidas aos pedaços (ou 800g de batata+200g de cenoura)
400g de leite
Sal, pimente e noz moscada q.b.
50g de manteiga

Colocar todos os ingredientes no copo, com excepção da manteiga. Programar 30 min., tem. 90, vel. 1. No fim desse tempo juntar a manteiga (ou margarina) e programar 1 min., vel. ¾. Este passo para mim tem que levar quase o triplo do tempo do livro base. Se assim não for, o puré fica cheio de grumos. Nunca colocar na velocidade 5 ou superior, para o puré não ficar com uma consistência "elástica".

Bom apetite!

Tarte de amendoim

Tarte de amendoim

Para apreciadores de amendoim, esta é uma receita de sucesso garantido. Fica muito semelhante à tarte de amêndoa, mas só que… com amendoim!! A receita veio do blog “Cabeças-de-alho-chocho” que costumo visitar com bastante frequência e recomendo!! Aqui fica:

Para a base
150g farinha
100g açúcar
90g manteiga
1 ovo
2 colheres de sopa de leite

Para a cobertura
150g açúcar
100g manteiga
150g amendoins tostados em mel (usei do LIDL, mas os do Dia também são muito bons)
2 colheres de sopa de leite

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Juntar todos os ingredientes da massa e bater (com uma colher ou batedeira). Colocar numa tarteira (usei a mesma em que ía servir) untada e polvilhada com um pouco de farinha. Levar ao forno quente cerca de 15 minutos.

Para preparar a cobertura, levar a lume brando um tachinho com o açúcar, a manteiga e o leite por 5 minutos. Juntar os amendoins e deixar ferver uns 2 ou 3 minutos.

Colocar a cobertura por cima da massa e levar novamente ao forno por mais 5 minutos ou até ficar douradinha.

Bom apetite!

Tarte de amendoim

terça-feira, 5 de Janeiro de 2010

Bolo de chocolate no micro-ondas

Bolo de chocolate no micro-ondas

Eu não sou fã de cozinhar no micro-ondas. Uso apenas para aquecer e descongelar e nada mais. Mas quando vi esta receita do blog "Pão, bolos e Cia" pareceu-me ser tão simples que achei que quando tivesse oportunidade não iria deixar passar. Não será o bolo de chocolate ideal, mas pela rapidez com que é feito, compensa seguramente a falta de perfeição. A cobertura do bolo é a própria massa que não coze por completo e ao desenformar serve de cobertura (esta parte é fantástica!). Aqui fica:

4 ovos
2 chávenas / 280g de farinha
1 chávena / 250ml de óleo
1 e 1/2 chávenas / 300g de açúcar
1 chávena /150g de chocolate em pó
1 chávena / 250ml de leite quente

Numa tigela colocar os ovos e bater bem com a vara de arames. Juntar a farinha, o óleo, o açúcar e o chocolate e mexer com a colher de pau. Adicionar o leite quente. Mexer. Deitar o preparado para um pirex redondo de 26cm de diâmetro ou para forma de plástico ou silicone. Levar ao microondas 5min. na potência máxima (o meu micro-ondas é antigo e fraquinho, por isso precisei de quase 10 min.). Desenformar de seguida para um prato fundo. Enfeitar a gosto.

Bom apetite!

Bolo de chocolate no micro-ondas
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...