sábado, 31 de outubro de 2009

Tarte de grão

Tarte de grão

Antes de mais quero já dizer que esta tarte de grão é doce. É que quando coloquei a foto no Flickr, surgiu a confusão, por pensarem que seria salgada (uma vez que não coloquei a receita). É doce e bem doce. Eu gosto bastante da textura desta tarte. Faz lembrar os pastéis de feijão que tanto gostava quando era miúda. A receita vem de uma teleculinária bem antiga. Aqui fica:

1 base de tarte de massa folhada de compra
250g de açucar
25g de farinha
125g de puré de grão cozido
20g de margarina derretida e arrefecida
2 ovos + 2 gemas
Raspa de limão q.b.
Açucar em pó para polvilhar

Misturar o açucar, a farinha, o puré de grão, os ovos e as gemas, a margarina, a raspa de limão e canela a gosto. Mexer bem até ter uma massa homogénea. Esticar a massa folhada em cima de uma tarteira (com o papel para não ter que untar) e picar o fundo com um garfo. Deitar o recheio na tarteira e polvilhar com bastante açucar em pó (é o que cria a superfície estaladiça). Levar a forno pré-aquecido a 180ºC, cerca de 30 minutos.

Bom apetite!

Tarte de grão

Tarte de grão

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Uma variante para acompanhar… ervilhas com linguiça

Uma variante para acompanhar...

Lá em casa, por causa dos horários e da correria que existe sempre durante a semana, caímos muitas vezes na rotina de usar os mesmos acompanhamentos. Mas é bom variar. Desta vez, e para acompanhar um carne grelhada, que fazemos bastante lá por casa, para além do arroz, resolvi fazer ervilhas com linguiça. Aqui fica:

1 lata das grandes de ervilhas (Peço desculpa pela má publicidade, mas as do Pingo Doce são péssimas…)
3 linguiças sem pele e cortadas em rodelinhas
7 dentes de alho esmagados com casca
Coentros… muitos (cá estou eu outra vez!)
Azeite q.b.

Escorrer as ervilhas para um passador e passá-las por água. Deixar a escorrer e reservar. Num tacho colocar uma quantidade generosa de azeite (a cobrir o fundo) e colocar a fritar os dentes de alho. Juntar a linguiça e os coentros. Quando a linguiça estiver estaladiça, juntar as ervilhas, envolver e deixar apurar um bocadinho (4 a 5 minutos).

Bom apetite!

domingo, 25 de outubro de 2009

Fettuccine com frango e coentros

Fettuccine com frango e coentros

Hoje trago daqueles pratinhos muito simples e rápidos de fazer durante a semana. Eu sei que já disse isto antes, mas a versatilidade do frango anda muito perto da do bacalhau… se não for ainda maior. Muda isto ou aquilo e há sempre um paladar novo ou diferente para comer. Já agora, quero apenas salientar, que as minhas receitas são sempre preparadas para 2 adultos e 2 crianças, que não comem muito, e sempre com a ideia de sobrar para mais um almoço de adulto. Não sei se isto vos ajuda de alguma maneira… espero que sim! Então, aqui fica:

3 peitos de frango cortados em cubos pequenos
½ pedaço de bacon (daqueles que se vendem no supermercado) cortado em cubinhos
1 lata de cogumelos laminados (prefiro sempre os frescos, mas assim foi mais rápido)
¾ de uma chávena de chá de leite
2 fatias de queijo flamengo
Coentros… muitos (já deu para perceber que sou viciada em coentros??)
4 dentes de alho
Massa fettuccine (devem ser aproximadamente 300/350g)

Colocar a água a ferver para cozer a massa. (Coze enquanto se prepara o frango e deve ficar al dente. Não é necessário adicionar gordura) Numa frigideira (das grandes) colocar um pouco de azeite, os dentes de alho picados, os cubos de bacon e coentros. Deixar cozinhar até o bacon estar bem douradinho. Juntar o frango, acertar temperos e deixar cozinhar. Quando a carne estiver pronta, juntar mais coentros e envolver. Juntar o queijo partido em pedaços pequenos e o leite, envolver e deixar levantar fervura. Apagar o lume e servir de imediato com o fettuccine escorrido como base.

Bom apetite!

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Folhadinhos de farinheira

Folhadinhos de farinheira

Fica aqui mais uma sugestão para uma entrada muito simples e rápida de confeccionar. Sempre que a tenho feito, tem sido bastante apreciada, mesmo pelos membros mais “esquisitos” da família e amigos. Aqui fica:

1 embalagem de massa folhada (uso a de 2 placas, congelada, do Pingo Doce)
2 farinheiras de boa qualidade
1 gema de ovo

Num tacho com água a ferver, colocar as 2 farinheiras picadas com um garfo em dois ou três sítios, para não rebentarem. Deixar cozer por 10 minutos. (Eu costumo usar a água de cozer as farinheiras para fazer cozer arroz branco e acompanhar carne.) Retirar as farinheiras, abrir a pele com uma faca e retirar todo o recheio. Reservar. Esticar a massa folhada, que deve sempre ser trabalhada fria, até ficarem com uma forma rectangular, grande o suficiente para cortar em dois rectângulos mais pequenos. Colocar, no sentido do comprimento, o recheio da farinheira, sobre os 4 rectângulos. Enrolar e colar a massa com um pouco de água. Cortar os rolos de massa em fatias grossas (cerca de 3 cm). Pincelar com a gema de ovo e levar a forno pré-aquecido até a massa estar douradinha.

Bom apetite!

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Farófias no micro-ondas

Farófias com leite creme

Ora como prometido, aqui fica mais uma inspiração do blog Mesa para 4. Desta vez são as farófias de micro-ondas. Espantados? Então experimentem e depois digam-me se voltam a fazê-las da maneira tradicional. Colem o nariz à porta do micro-ondas, roam as unhas, façam caracóis no cabelo… porque funciona mesmo!!! E não, elas não vão explodir!! Para cobrir as farófias usei leite creme, uma vez que o meu objectivo era gastar algumas das claras que tinha congeladas. Aqui fica:

2 pacotinhos (dos que vêem dentro do pacote) de leite creme instatâneo
1 litro de leite
8 +9 colheres de sopa de açúcar
8 claras
Canela q.b.

Fazer o leite creme de acordo com as instruções do pacote. Deitá-lo num recipiente grande, onde se possam juntar as farófias. Enquanto arrefece, bater as claras em castelo bem firme. Ir juntando as 9 colheres de açúcar à medida que se vão batendo. (A regra é n.º de claras+mesmo n.º de colheres de açúcar+1, por ex. 8 claras batem-se com 9 colheres de sopa de açúcar). Quando estiverem bem firmes, pôr num prato de sopa, 2 ou 3 colheradas (eu usei uma colher de servir), conforme couber, de claras. Levar a cozer 30 seg. na potência máxima do micro-ondas. Colocar as claras numa outra travessa (porque libertam um pouco de líquido). Quando estiverem todas cozidas, passá-las para o recipiente do leite creme, deitando algumas colheradas por cima. Salpicar com canela a gosto.

Bom apetite!

Farófias com leite creme

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Ovos recheados gratinados no forno

Ovos recheados gratinados no forno
Depois do forno...

Aqui fica um petisco que eu pessoalmente aprecio bastante. Mais simples de fazer não existe! Pode servir de aperitivo ou até mesmo de refeição acompanhado de uma salada. Devem comer acabadinhos de saír do forno. Aqui fica:

8 ovos
100 g de fiambre
queijo mozarela a gosto
sal

Cozer os ovos em água a ferver e temperada com sal, durante 10 minutos. Retirar e deixar arrefecer um pouco. Descascar os ovos e parti-los ao meio no sentido longitudinal. Retirar a gema com cuidado e colocar numa tigela. Partir o fiambre em tiras fininhas e envolver na gema. Voltar a "encher" o ovo com a gema e o fiambre. Dispôr num recipiente que possa ir ao forno e cobrir com o queijo mozarela. Levar a gratinar em forno pré-aquecido até o queijo estar derretido e douradinho.

Bom apetite!

Ovos recheados gratinados no forno

Ovos recheados gratinados no forno
Antes do forno...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...